Home > Notícias

Polícia chinesa prende oito por desenvolvimento de vírus para Windows

Agência relata que oito homens da província de Wuhan foram presos por envolvimento no desenvolvimento da praga Panda Burning Incense

Por Sumner Lemon, para o IDG Now!

13/02/2007 às 12h36

Foto:

Agência relata que oito homens da província de Wuhan foram presos por envolvimento no desenvolvimento da praga Panda Burning Incense

Policiais chineses prenderam ao menos oito pessoas que teriam ligações com o lançamento de um vírus para computadores conhecido Panda Burning Incense, de acordo com notícias veiculadas na mídia daquele país. Entre os presos estão Li Jun, homem de 25 anos de Wuhan, na China central, afirmou a agência oficial Xinhua News Agency. Jun alegadamente vendeu cópias do worm para 120 pessoas, lucrando cerca de 12 mil dólares, afirma a notícia, citando documento da Agência de Segurança Pública da Província de Hubei. As prisões são as primeiras na China por desenvolvimento de vírus, disse Xinhua.

O Panda Burning Incense, conhecido também por diversos outros nomes, como Fujacks e Radoppan.T, foi escrito em outubro de 2006 e atraiu a atenção de autoridades e experts de segurança em janeiro. O vírus ataca o sistema operacional Windows. Especialistas em segurança da Sophos descreveram o Panda Burning Incense no último mês como um "vírus parasita", que infecta arquivos executáveis em um PC.

Quando infectado, o ícone do arquivo executável muda para a imagem de um panda segurando incensos - uma forma tradicional de se rezar na China. O vírus também permite que crackers driblem processos de segurança em PCs infectados e se espalhem ao atacarem recursos em redes compartilhadas.

Em um anúncio, a Sophos afirmou que o vírus não apresenta risco de infecções amplas, já que a alteração dos ícones torna a infecção óbvia. A companhia também descartou relatos da infecção em massa, dizendo que recebeu apenas "uma ou duas" reclamações.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail