Home > Notícias

IPTV precisa de três anos para decolar, mostra pesquisa da Accenture

Entrevistados acreditam que IPTV só terá infra-estrutura pronta e capacidade de gerar lucros no prazo de três anos

Por Redação do IDG Now!

13/02/2007 às 16h22

Foto:

Entrevistados acreditam que IPTV só terá infra-estrutura pronta e capacidade de gerar lucros no prazo de três anos

Os lucros com IPTV devem chegar ao longo dos próximos três anos, segundo uma pesquisa realizada pela Accenture com executivos das indústrias de telecom e comunicação. No curto prazo, entretanto, a tecnologia não deve gerar retorno financeiro, segundo o estudo.

Dos 350 executivos de 46 países ouvidos pela Accenture, 60% acreditam que a TV por IP deve trazer lucros nos próximos três anos, mas 52% opinam que nos próximos 12 meses a tecnologia não trará resultados do ponto de vista financeiro.

Quanto ao modelo de negócio, 74% das operadoras de cabo acreditam que a assinatura de IPTV será a principal fonte de receita. Entre as empresas de telecom, 46% acreditam que as receitas virão de publicidade.

A pesquisa aponta ainda que, na opinião de 25% dos entrevistados, a infra-estrutura é um problema para implementar a tecnologia. Os mesmos 25% acreditam, no entanto, que é possível resolver a questão dentro dos próximos três anos.

Outra barreira ao IPTV, apontada por 19% dos respondentes, são os possíveis custos com assinaturas.

Em contrapartida, o estudo revela que a maioria dos entrevistados (87%) acredita que os provedores de conteúdo terão os maiores lucros com a tecnologia.

Na visão da Accenture, o estudo permite concluir que em longo prazo, as empresas que desejam investir em IPTV devem assimilar mudanças drásticas no modo como elas deverão tratar dados e conteúdo.

Já no curto prazo, elas devem se adaptar com agilidade às necessidades dos clientes e ultrapassar as barreiras tecnológicas existentes para adotar a solução.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail