Home > Notícias

CEO da Microsoft alerta: vendas do Vista estão superestimadas

Steve Ballmer diz a analistas estar contente com a recepção ao Vista, mas preocupado com as previsões de receita exageradas

Por Robert Mullins, para o IDG Now!*

16/02/2007 às 12h22

Foto:

Steve Ballmer diz a analistas estar contente com a recepção ao Vista, mas preocupado com as previsões de receita exageradas

O chief executive officer (CEO) da Microsoft Steve Ballmer acredita que as previsões de vendas do Vista podem estar sendo “superestimadas”.

Em uma conferência com analistas na quinta-feira (15/02) Ballmer disse que preços menores de venda, vendas corporativas limitadas e pirataria de software são fatores que podem se combinar, afetar as vendas do Vista.

“Estou muito animado com o quão entusiasmadas as pessoas estão sobre o Vista”, ele disse. “Mas as pessoas têm que entender que algumas das previsões sobre o Vista que eu vi para o ano de 2008 são agressivas de mais”. O ano fiscal da Microsoft começa em 1 de julho. Ballmer não deu números específicos de vendas.

As vendas do Windows são puxadas pelo aumento na venda de computadores pessoais, disse Ballmer. Mas as vendas de PCs tendem vir mais do mercado de consumo que do corporativo atualmente, segundo ele.

Além disso, Balmer espera boas vendas do Vista em mercados emergentes, como China, Índia e Brasil, mas os negócios devem ser mais lentos que nos mercados desenvolvidos. Estes mercados também apresentam altos preços, o que pode levar a problemas com pirataria, apesar das tecnologias de proteção embarcadas no Vista, disse o CEO.

E apesar de a Microsoft ter vendido muitos upgrades para o Vista a usuários corporativos, eles já foram garantidos por contratos anteriores, portanto prever mais vendas corporativas não é muito seguro, segundo Ballmer.

Embora Ballmer tenha reportado fortes vendas do Vista no lançamento, que foi em novembro para os usuários corporativos e janeiro para os usuários finais, o resultado deve impactar mais a receita do ano fiscal 2007 que do ano 2008, o CEO prevê.

*Robert Mullins é editor do IDG News Service, em São Francisco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail