Home > Notícias

Sistema antipirataria para o YouTube é prioridade do Google, diz CEO

A exemplo do rival MySpace, Google se compromete a lançar tecnologias de proteção ao direito autoral “em breve”

Por Eric Auchard, para o IDG Now!*

23/02/2007 às 10h42

Foto:

A exemplo do rival MySpace, Google se compromete a lançar tecnologias de proteção ao direito autoral “em breve”

O Google deve oferecer em breve ferramentas antipirataria para o YouTube, para ajudar a proteger os detentores de direitos autorais, barrando o compartilhamento de vídeos não-autorizado, disse o chief executive officer (CEO) da companhia Eric Schmidt.

“Estamos definitivamente comprometidos. É uma das principais prioridades da empresa”, disse ele. “Acabamos de rever esse assunto há uma hora”, disse o CEO em entrevista à agência Reuters. “Será implementado em breve... Não está muito distante”, acrescentou.

O YouTube, comprado pelo Google no ano passado, deverá contar com tecnologias que ajudem as empresas de mídia a identificar vídeos pirata publicados pelos usuários. Mas ate o momento, tais recursos estão sendo oferecidos apenas por meio de grandes contratos de licenciamento, reclamam fontes do mercado de mídia.

Schmidt não deu um prazo específico para a adoção das ferramentas, mas disse que os recursos estarão disponíveis a qualquer detentor de direitos autorais. O CEO apontou que a ferramenta vai requerer acompanhamento contínuo, para acompanhar os movimentos de hackers que buscarão quebrar os protocolos de segurança.

O MySpace, principal rival do YouTube na arena dos vídeos, anunciou na última semana sua própria tecnologia de proteção a vídeos.

Ambos os sites estão na mira das indústrias de entretenimento e poderão evitar, com as tecnologias de proteção, possíveis ações legais pela publicação de conteúdo protegido por direito autoral.
*Eric Auchard é editor do Computerworld, em Framingham.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail