Home > Notícias

IBM simula novo transistor em corrida por chips contra Intel

A IBM usou o supercomputador Blue Gene para testar um novo material que deixa processadores mais rápidos. Novos chips chegam em 2008

Por Ben Ames, para o IDG Now!*

26/02/2007 às 16h44

Foto:

A IBM usou o supercomputador Blue Gene para testar um novo material que deixa processadores mais rápidos. Novos chips chegam em 2008

A IBM deu um grande passo em sua corrida contra a Intel para desenvolver chips mais rápidos e menores.

A companhia anunciou nesta segunda-feira (26/02) que desenvolveu transistor de silício com uma rara combinação de metais.

Esses novos materiais especiais são melhores isolantes do que o atual padrão de bióxido de silício, um fato crucial no design dos chips para que possam ter mais e mais transistores em cada microprocessador.

Até agora, a IBM não havia anunciado qual era a nova mistura de materiais. Pesquisadores da empresa, pela primeira vez, informaram que usaram o supercomputador Blue Gene para modelar 50 combinações de bióxido de háfnio e silício básico.

A IBM planeja construir chips com a nova mistura em 2008. O novo material parece bom em teoria, mas os engenheiros da IBM criaram simulações de diferentes misturas para evitar qualquer surpresa quando acrescentarem-na às linhas de produção de semicondutores, afirmou Alessandro Curioni, especialista de supercomputação do laboratório de pesquisa de Zurique da Big Blue.

Apesar do avanço da IBM, a Intel insiste que está no caminho de chegar ao mercado com seu próprio tipo de material para deixar os processadores menores e mais rápidos.

A Intel planeja usar a tecnologia nos processadores de arquitetura de 45 nanômetros, que está planejada para ser lançada no mercado até o final de 2007.

*Ben Ames é editor do IDG News Service, em Boston.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail