Home > Notícias

Operadoras contam 3,7 mi de celulares impedidos de funcionar no Brasil

Dados do Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI) apontam predominância de celulares CDMA e TDMA, em razão de roubos e furtos

Por Redação do IDG Now!*

26/02/2007 às 14h25

Foto:

Dados do Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI) apontam predominância de celulares CDMA e TDMA, em razão de roubos e furtos

O mercado brasileiro de telefonia celular contava no final de 2006 um total de 3.732.431 celulares impedidos de funcionar, segundo o Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI), serviço mantido pelas operadoras.

Os impedimentos têm relação direta com casos de roubo, furto e perda de celulares.

Entre a distribuição estadual dos aparelhos, São Paulo aparece na ponta, com 1,5 milhão de celulares, seguido pelo Rio de Janeiro, com quase um terço disto (592 mil), e Rio Grande do Sul (320 mil).

Grande parte dos quase 4 milhões de celulares é das tecnologias CDMA e TDMA. Com a tecnologia GSM, o número de estações impedidas de habilitação é menor, segundo mostra o cadastro.

O número de inscrições no CEMI tem aumentado nos últimos anos em decorrência do crescimento da violência, sobretudo nas grandes cidades, o que levou o número registrado em dezembro de 2005, de 977 mil aparelho, a mais que triplicar em apenas um ano.

Um balanço divulgado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostra que o país já possui mais de 100 milhões de aparelhos em operação.

Segundo a agência, de 1997 até agora, a telefonia móvel cresceu 22 vezes ao chegar a mais de 96,2 milhões de assinantes. Hoje, o país possui 2,8 telefones celulares para cada grupo de 100 habitantes.

As operadoras de celular advertem consumidores que tiverem seus celulares roubados a comunicar o fato oficialmente, por meio de boletim de ocorrência ou de documento de próprio punho, no prazo estipulado de sete dias.

Segundo o  Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro, foram registrados em 2006 cerca de  19.883 furtos de celulares e 7.962 roubos em todo o Estado. Em 2004, o total de roubos desses aparelhos alcançou 11.084.

No período de 2001 a 2004, foram roubados no Estado do Rio de Janeiro 53.253 celulares.

*com informações da Agência Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail