Projeto Brazil IT vai dobrar investimentos na indústria nacional

Grupo de incentivo à exportação de TI vai aumentar para R$ 6 mi recursos destinados à promoção dos software nacionais

https://pcworld.com.br/idgnoticia2007-02-277750998306/
Clique para copiar

Grupo de incentivo à exportação de TI vai aumentar para R$ 6 mi recursos destinados à promoção dos software nacionais

O foco continuará sendo os Estados Unidos, mas será também estendido para o Canadá e a Europa, em especial a Alemanha. Essa é uma das métricas definidas pelo projeto Brazil IT, que definiu as estratégias para os anos de 2007 e 2008, e traz a boa notícia de que os investimentos para a promoção da indústria de TI nacional será de 6 milhões de reais, enquanto entre 2004 e 2006 o valor foi de cerca de 3 milhões de reais.

“Dessa forma queremos promover a imagem de excelência e confiabilidade do mercado local de TI para o mundo”, afirma o presidente do CA Light Infocom, Alexandre Beltrão Moura.

O executivo diz que entre as estratégias de promoção da Brazil IT estão principalmente a criação e participação – por meio de parcerias – em eventos em todo o mundo. Além disso, também serão mantidas parcerias com entidades como a APEX, Sebrae, Softex Softsul e outras.

Entre as recomendações para o fomento das exportações de TI feitas durante o primeiro dia do Seminário Brasil Outsourcing, Captive Centers 2007, a vice-presidente regional do Gartner, Ione de Almeida Coco, sugeriu: “As empresas em geral devem definir com cuidado seus mercados alvo de exportação e as companhias de software precisam levar a sério as fusões e parcerias globais para obter competitividade e expressão no mercado internacional”.

Até o final do evento, o CIO da Rhodia, Fernando Birman, acredita que será possível entender o que foi feito até hoje e quais serão as prioridades para o futuro. “Espero que possamos entender até que ponto poderemos peitar a Índia a partir principalmente das iniciativas da iniciativa privada”, planeja.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site