Home > Notícias

Brasileiro vence desafio de programação do Google e ganha R$ 6 mil

Brasileiro foi o vencedor da primeira edição do Code Jam Latin America, maratona que atraiu mais de 5,5 mil inscritos e teve 50 finalistas

Por Daniela Moreira, repórter do IDG Now!*

02/03/2007 às 10h25

Foto:

Brasileiro foi o vencedor da primeira edição do Code Jam Latin America, maratona que atraiu mais de 5,5 mil inscritos e teve 50 finalistas

Reunidos no sexto andar do Centro de Engenharia do Google em Belo Horizonte (MG), um entre os 30 que a companhia mantém no mundo todo, 50 dos jovens mais talentosos da engenharia da computação na América Latina – 29 deles brasileiros – digitam freneticamente. Eles têm uma hora e meia para resolver três desafios de programação e o prêmio é muito mais que 75 mil reais que serão distribuídos entre os vencedores: é a chance de trabalhar em uma das empresas de tecnologia mais cobiçadas do mundo.

Um brasileiro (o Google ainda não confirmou seu nome e idade) foi o vencedor da primeira edição do Code Jam Latin America, maratona que atraiu mais de 5,5 mil inscritos em toda a América Latina, dos quais 2,2 mil eram brasileiros, e terminou na quinta-feira (01/03).

Para chegar à final, o brasileiro e os outros 49 privilegiados venceram três outras etapas, ao longo de um mês de desafio. Dos 50 participantes, apenas três solucionaram os três problemas propostos no desafio final, segundo relataram os colegas de prova.

O vencedor do desafio levou os 6 mil reais para casa, mas os demais participantes certamente não saíram no prejuízo. Além de premiar os vencedores das provas, o Code Jam – realizado em diversos locais do mundo – funciona como uma vitrine para o Google identificar talentos.

“Nos comprometemos a entrevistar qualquer um dos finalistas para o posto de engenheiro”, diz Berthier Ribeiro Neto, diretor de engenharia do Centro de Engenharia em Belo Horizonte, repetindo a diretriz que recebeu da matriz e anunciou em novembro passado, quando o centro mudou-se para um novo escritório, mais amplo: “Temos liberdade para contratar tantos bons engenheiros quanto encontrarmos”.

Desde lá, a equipe do Google em Belo Horizonte já cresceu de 30 para 40 pessoas, dos quais grande parte são engenheiros que trabalham em cooperação com os outros Centros de Engenharia da companhia em todo o mundo, desenvolvendo produtos e serviços. A operação comercial do Google Brasil fica em São Paulo.

Além da gabaritada equipe de Ribeiro, um grupo de engenheiros do Google vindo dos Estados Unidos e da Irlanda acompanhou todo o desafio e avaliou os candidatos, o que significa que as oportunidades de emprego para os participantes que se desatacaram não estão restritas somente ao Brasil.

Pergunte a Débora Theodoro, 25 anos, única representante feminina entre os finalistas do concurso, se ela pretende se candidatar à vaga e a resposta será um tímido, porém convicto “com certeza”. Para a engenheira, que é literalmente apaixonada pelos códigos – seu namorado também foi finalista da prova –, não é surpresa ser a única mulher na grande final. “Já estou acostumada. A área é assim”, diz a sorridente carioca.

Para os também finalistas Paulo Helber, 22 anos, argentino, e Pablo Aguilar, 24 anos, mexicano, a melhor parte de todo o desafio foi conhecer o escritório do Google e conviver com os colegas de competição. “Adorei a experiência. A pressão é grande, mas pude conhecer várias pessoas, foi muito bom”, conta Aguilar.  

Os depoimentos são sinônimo de missão cumprida para Ribeiro. “O mais importante era trazer esses jovens e fazer com que eles saíssem daqui com uma boa impressão sobre o Google”, conta. Além de participar da prova final, os participantes tiveram atividades de integração e assistiram palestras dos profissionais do Centro de Engenharia.

Ribeiro é um dos fundadores do Akwan, empresa mineira que desenvolvia sistemas de busca corporativa e foi adquirida pelo Google em julho de 2005, dando origem ao atual Centro de Engenharia no Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail