Home > Notícias

Office não terá versão online, diz executivo da Microsoft

Mesmo sob pressão de concorrentes online, Microsoft diz que próximas versões do Office será no modelo tradicional de distribuição

Por Gregg Keizer, do Computerworld/EUA

12/03/2007 às 17h29

Foto:

Mesmo sob pressão de concorrentes online, Microsoft diz que próximas versões do Office será no modelo tradicional de distribuição

A Microsoft vai lançar futuras versões do pacote de produtividade Office como software e não com um serviço online, afirmou Jeff Raikes, presidente do grupo de negócios da companhia.

“A verdade é que, para o Windows e para o Office, faz mais sentido tê-los em onda previsíveis”, declarou Raikes, antes de uma conferência com analistas do Morgan Stanley.

De acordo com ele, a razão por que isso é importante é que a maioria das empresas espera da Microsoft que coloque todos os componentes juntos para testá-los.

O executivo também respondeu a questões de analistas sobre se a Microsoft pode competir com sucesso usando métodos tradicionais de desenvolvimento e distribuição, enquanto enfrenta a competição de Google e outras empresas, que entregam software como serviços.

“É a forma mais eficiente para que possamos entregar valor aos clientes”, respondeu Raikes. “Mas podemos acrescentar melhorias ao longo do tempo”.

O ciclo de desenvolvimento do Office tem sido historicamente curto - três anos é o alvo da Microsoft - mas o pacote de aplicativos está sob pressão de concorrentes que lançaram versões concorrentes online, como o Google Apps Premier, cujo custo é de 50 dólares.

*Gregg Keizer é editor do Computerworld, em Framingham.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail