Home > Notícias

Entrevista: co-fundador do Flickr revela futuro do site após 3º aniversário

Em entrevista exclusiva, Stewart Butterfield credita inovação no Yahoo ao serviço de fotos, que, segundo ele, não tem concorrentes diretos

Por Juan Carlos Perez, para o IDG Now!*

13/03/2007 às 12h03

Foto:

Em entrevista exclusiva, Stewart Butterfield credita inovação no Yahoo ao serviço de fotos, que, segundo ele, não tem concorrentes diretos

O Flickr, popular site de gerenciamento e compartilhamento de fotos, recentemente comemorou seu terceiro aniversário.

Na ocasião, o IDG News Service conversou com o co-fundador e diretor geral do site, Stewart Butterfield, sobre o aumento em tamanho e em qualidade do Flickr, sua posição dentro do Yahoo e planos em longo prazo para o serviço que, segundo o executivo, não tem concorrentes.

Confira a entrevista.

O Flickr acabou de completar três anos. Como você acha que o serviço parecerá e funcionará daqui a três anos?

Temos uma visão concreta de ser os olhos do mundo, a fonte primária para compartilhar e descobrir o que as pessoas vêem ao redor do mundo. Não vejo isto mudando de maneira nenhuma.

O desafio é como tornar isto ainda maior enquanto mantemos a mesma qualidade e senso de intimidade com nossos 7,2 milhões de assinantes atuais e 23 milhões de visitantes únicos.

Tudo tem relação com um planejamento urbano, da mesma maneira que a gigantesca Londres tenha todos os tipos de vizinhanças confortáveis. Administrar algo como isto é algo enorme e desafiante.

Nós também estamos muito comprometidos com uma nova missão articulada pelo Yahoo, que é conectar as pessoas às suas paixões, a comunidades e ao conhecimento de todo o mundo.

O Flick tem um papel muito interessante neste aspecto. Temos muitas pessoas que são apaixonadas por fotografia, mas existem, literalmente, milhares de grupos no Flickr sobre jardinagem e tricô e todas outras paixões que as pessoas têm. O Flickr é um grande meio para que estas interações ocorram.

Se o Flickr são os olhos do mundo, você prevê novas funções para o serviço?

Sim, nós já assumimos a postura e isto já é realidade, mas ainda não foi empacotado de melhor maneira. Quase todo o dia, no entanto, o Flickr é usado como fontes para fotos que ou não existem em qualquer outro lugar ou que existem uma variedade muito maior no site.

Um bom exemplo foi quando o avião com o jogador do New York Yankee se chocou com um prédio em Manhattan. Notícias em texto foram publicadas, mas ainda não havia fotografias disponíveis, então a equipe jornalística do Yahoo buscou no Flickr e descobriu as primeiras imagens publicadas e que ainda não estavam disponíveis a partir de qualquer fonte.

Quando as fotos começaram a ser oficialmente publicadas, já havia dezenas e dezenas de imagens no Flickr e foi aí que a página inicial do Yahoo apontou, dando links para as fotografias do Flickr. Expandir estas capacidades e tornar o processo ainda menos manual é definitivamente na qual estamos interessados.

O grande segredo é que não é preciso ser uma notícia de válida++++ internacional para que a imagem seja significante para as pessoas. Trabalhamos bastante em funções de tags baseadas em posicionamentos geográficos na segunda metade do ano passado e estamos buscando uma maneira de tornar isto ainda mais fácil.

Temos nada menos que 12,6 milhões de fotos com tags geográficas. É fácil imaginar um futuro onde você possa pedir fotos tiradas nos últimos 15 minutos dentro de um quilômetro de onde eu estou. Isto é uma função, obviamente, muito interessante.

Vocês planejam algo para ajudar a comunidade de fotógrafos a vender ou sindicalizar comercialmente suas fotos?

Isto é algo que estamos testando e buscando novas abordagens. O interessante sobre caso do acidente em Nova York é que não houve tempo para negociar direitos para usar as fotos na página inicial do Yahoo, por isto os links diretos para o Flickr.

Se você é um editor de fotos em qualquer tipo de ambiente jornalístico, você não pode negociar licenças individuais com diversas pessoas por que o tempo está passando.

Em algum tempo, o Flickr terá um mecanismo em que fotógrafos poderão definir como suas fotos poderão ser usadas caso alguém esteja interessado?

Não temos nada a anunciar sobre esta questão, mas definitivamente isto está na minha cabeça.

Quem você vê como os principais competidores do Flickr?

Esta é uma questão muito interessante, por que conversamos sobre isto durante todo o tempo. Quando o Yahoo nos comprou, muitas pessoas do setor queriam saber o tamanho do mercado e qual a porcentagem que tínhamos.

Eu sempre falei, para a frustração deles, que o mercado é composto pelos usuários do Flickr e nós temos simplesmente 100% dele. Ainda acho que não temos qualquer competidor direto. Mas tenho certeza que um dia teremos.

De uma maneira, competidos com outros sites de compartilhamento de fotos, mas estamos sempre oferecendo algo diferente. O Flickr realmente criou uma nova classe de aplicação, uma nova categoria de produtos e uma nova maneira de uso.

> Leia também: Concorrentes do Flickr

Em outro sentido, se as pessoas passam muito tempo com o Flickr e estão muito comprometidas com o site, competimos indiretamente com sites onde as pessoas vão badalar, como Facebook ou MySpace. Mas eu, definitivamente, não nos vejo em nenhuma competição direta.

Você afirmou que o Yahoo fez muito bem ao Flickr. De que maneira o portal melhorou o serviço de fotos?

É um pouco injusto imaginar que não havia todo tipo de pessoas progressivas e muito talentosas com idéias inovadoras no Yahoo antes da aquisição do Flickr. Mas nos últimos anos, o Yahoo melhorou muito em perceber seu próprio potencial de inovação e eu gosto de pensar++++ que nós contribuímos para a maneira como novos produtos são desenvolvidos e como a inovação acontece.

De fato, Caterina Fake, minha mulher e co-fundadora do Flickr, entrou em uma equipe chamada Technology Develpment Group que é responsável por um monte destas coisas novas.

O e-mail interno com o Manifesto Manteiga de Amendoim ganhou muita atenção no último ano. Escrito por um vice-presidente do Yahoo, o documento afirmava que o portal não se  aprofundava em algumas áreas.

Como estes argumentos se aplicam ao Flickr, de maneira geral?

Existem diversas coisas. O Flickr foi explicitamente mencionado na mensagem como uma área na qual estão sendo feitos dois investimentos - a outra é o Yahoo Photos. Mas eu não tenho certeza que o documento se aplica diretamente ao Flickr. Estamos muito focados em uma missão principal.

Internamente, o Flickr está fazendo enormes apostas e é uma unidade discreta dentro do Yahoo, tanto operacionalmente como no nível do produto. As críticas do manifesto se direcionam a outras áreas do Yahoo, então não acho que elas se aplicam demais ao Flickr. Não acho que o Flickr e o Yahoo Photos eram os pontos principais deste manifesto.

Você vê o Yahoo Photos servindo a uma audiência diferente da do Flickr?

Esta é a maneira mais fácil de se explicar.  Ambas as audiências estão evoluindo e não é uma dissolução demográfica objetiva. Não é como se os jovens usassem o Flickr e os velhos usassem o Yahoo Photos.

A distribuição de idade entre os usuários é bastante similar. É mais sobre como as pessoas se sentem em compartilhar suas vidas online e ainda mais simplesmente da maneira como a internet está na vida das pessoas. O usuário do Flickr está mais interessado em interagir, nos aspectos da comunidade.

O Yahoo tem diversos sites e serviços e algumas pessoas sentem que eles podiam ser melhor integrados para que seja mais fácil que usuários se movessem entre eles.

O que está sendo feito no Flickr a respeito disto?

Existe um ato de balanço constante entre fazer cada produto ou serviço de melhor maneira em suas própria natureza e fazer uma interação para que toda a rede funcione muito bem.

Houve uma integração do Flickr com outros serviços do Yahoo que fazem sentido com o site. Eles tendem a ter escala muito menor, mas cada um deles é importante em sua própria natureza e estamos sempre procurando sempre oportunidades de fazer mais.

Um exemplo: quando você está escrevendo uma opinião sobre um hotal ou um destino no Yahoo Travel, você pode incrementar o conteúdo com fotos do Flickr. Existem dezenas de exemplos como este.

O Flickr é considerado um pioneiro no uso de tags e na categorização de conteúdo pelos usuários. Como você vê a++++ evolução no uso de tags?

Estou começando a perceber uma certa insatisfação com o método.

No Flickr, o uso de tags está sempre evoluindo. Pode ser verdade que muitas pessoas estão menos entusiasmadas com a natureza revolucionária das tags.

Por outro lado, muitos usuários podem não saber que o uso de tags é a explicação para os ótimos resultados de buscas no Flickr. É graças a elas que você pode fazer uma busca em tempo real por cerca de 400 milhões de fotografias.

Como a monetização do Flickr está indo? Os executivos do Yahoo estão satisfeitos com a verba arrecadada?

Nós não revelamos faturamento por unidade, mas posso definitivamente dizer que estamos felizes com o nosso. O foco do negócio é o serviço de assinatura, e nós temos resultados muito melhores do que esperávamos nos primeiros meses.

Estamos gradualmente começando a experimentar mais com anúncios de marcas e ainda há a propaganda contextual nas buscas. Pelo tempo, os anunciantes se tornarão um componente maior do nosso faturamento.

Enquanto isto, o Yahoo está bem feliz com o Flickr. Nunca ouve preocupações sobre o faturamento do Flickr e nosso potencial em longo prazo é excelente.

*Juan Carlos Perez é editor do IDG News Service, em Miami.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail