Home > Notícias

Cinco softwares para editar arquivos sonoros no PC

Quer editar suas músicas ou mesmo arquivos de podcast sem gastar muito (ou mesmo nada)? Conheça então essas ferramentas

Por Guilherme Felitti, repórter do IDG Now!

16/03/2007 às 20h54

Foto:

Quer editar suas músicas ou mesmo arquivos de podcast sem gastar muito (ou mesmo nada)? Conheça então essas ferramentas

.: Enconter 4.1:  gratuito, este software utiliza a mesma reprodução gráfica do som de muitos aplicativos profissionais, mas enxuga as funções para o essencial - não procure por efeitos malucos para a voz ou correções milagrosas para sua voz desafinada.

.: MP3 Stream Editor 3.3: simplicidade, definitivamente, não é o forte deste aplicativo. Mesmo gratuito, o software de código aberto remete às complicadas suítes de edição profissional, a começar por sua poluída interface. O aplicativo faz correções sonoras em arquivos danificados, suporta os formatos MP3, WMA, WAV e até Flac de reprodução e, dentro da seu foco semiprofissional, traz um completo editor de tags ID3v2, que facilitam a organização de busca de arquivos.

.: mpTrim 2.13: este levíssimo aplicativo oferecido pela empresa homônima (incríveis 214 Kb) explica tanta simplicidade na interface, que junta botões e caixas com texto para edição sonora. De tão simples, o mpTrim se torna restritivo. Mas funciona muito bem para edições pontuais e na hora de selecionar trechos de uma canção que você quer usar para abrir sua narração no podcast.

.: Audacity: credite uma boa porcentagem da explosão que podcasts sofreram nos últimos dois anos a este software. Disponível para Windows, Linux e Mac OS, o aplicativo em código aberto prima pela simplicidade: a interface traz a representação gráfica dos dois canais gravados e permite as mesmas edições de “copia-cola” presentes em tantos outros softwares.

.: RockN Editor 7.2: este é pago, mas é rico em funções e efeitos, principalmente, que todos os outros softwares desta seleção. Além da habitual (mas bem pobre) representação gráfica do áudio que permite edição na base do “copia-cola”, o aplicativo facilita gravações sonoras, como uma narração, diretamente sobre as músicas do podcast. Outro destaque está no número de efeitos disponíveis para incrementar seu programa - vale aconselhar, no entanto, o uso com parcimônia de delay, fade, invert, reverbe vibrato, com risco do seu podcast soar como um programa brega dos anos 80.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail