Home > Notícias

Games de corrida podem colaborar com imprudência no trânsito

Psicólogos mostram, em dois estudos, que pessoas que jogam games de corrida com frequência tendem a se arriscar mais no trânsito

Por Redação do IDG Now!

20/03/2007 às 14h03

Foto:

Psicólogos mostram, em dois estudos, que pessoas que jogam games de corrida com frequência tendem a se arriscar mais no trânsito

Após pesquisarem a relação dos jogos eletrônicos de tiro com pensamentos ou comportamentos agressivos, psicólogos da Universidade Ludwig-Maximilians, em Munique, na Alemanha, também observaram efeitos colaterais como direção agressiva entre os fãs de games de corrida, revela o Science Daily.

O estudo realizado em parceria com o Centro Allianz de Tecnologia descobriu que 198 homens e mulheres que jogam corridas virtuais com frequência revelaram que tendem a dirigir de maneira mais agressiva e se envolverem em acidentes. Os fãs destes games que jogam de forma menos assídua tendem a ser mais cuidadosos ao volante.

Os dados foram publicados na edição de março do "Journal of Experimental Psychology: Applied", publicado pela Associação Americana de Psicologia.

Um segundo estudo sobre a ligação entre os games violentos e o comportamento real do jogador revela que entre os 68% de homens pesquisados, aqueles que jogaram games de corrida passaram por momentos de alto risco em situações de trânsito simuladas por computador, do que os homens que jogavam games mais neutros.

Os pesquisadores também avaliaram 83 homens que jogavam tanto games de corrida como jogos de outros temas na plataforma Playstation.

Nas corridas virtuais, segundo os especialistas, "para vencer, os participantes tinham de violar constantemente as regras de trânsito dirigindo na calçada, batendo em outros carros, além de conduzir em alta velocidade." Aqueles que jogavam desta forma afirmavam que os pensamentos tendenciosos relacionados a riscos no trânsito eram mais frequentes do que para os usuários de outros tipos de games.

Considerando que games de corrida começam a ser apreciados por crianças na faixa dos dez anos de idade, ambos os estudos levantam a preocupação de que os riscos incentivados por estes jogos conduzam uma geração de futuros motoristas imprudentes.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail