Home > Notícias

Console PlayStation 3 ajudará a pesquisar cura para mal de Alzheimer

Universidade de Standford e Sony fecham parceria para que console seja usado em projeto de grid computing contra Alzheimer

Por Jaikumar Vijayan, para o IDG Now!*

20/03/2007 às 17h35

Foto:

Universidade de Standford e Sony fecham parceria para que console seja usado em projeto de grid computing contra Alzheimer

Procurando por uma boa razão para comprar um PlayStation 3, da Sony? A partir de abril, usuários do console poderão ajudar pesquisadores da Universidade de Stanford a encontrar a cura para o mal de Alzheimer.

A Sony Computer Entertainment afirmou na semana passada que sua próxima atualização de software para o PS3 suportará uma função que permite que usuários adicionem seu console a uma rede com mais de 200 mil PCs em um projeto de grid computing de Stanford chamado Folding@home (FAH).

Lançado em 2000, o FAH é um projeto de computação distribuída voltado a entender um processo chamado de enlaçamento de proteína na qual proteínas ganham formatos específicos antes de carregar enzimas ou anticorpos.

Pesquisadores de Standford estão trabalhando para simular o enlaçamento para entender quais proteínas se enganam e causam doenças como fibroses e Alzheimer.

Como processamentos do tipo tomam muito tempo e exigem petaflops de poder de processamento, o projeto FAH vem aproveitando o poder de milhares de micros ao redor do mundo para tentar acelerar os cálculos.

A atualização de software da Sony permite que usuários do PS3 contribuam com o programa ao permitir que o sistema faça cálculos enquanto não estiver sendo usado.

O processador Cell dentro do PS3 é quase 10 vezes mais rápido que chips padrão para computadores e aumentará dramaticamente o poder disponível para as pesquisas de Standford, afirmou a Sony em anúncio no final da semana.

"O processador é muito poderoso e cabe muito bem em cálculos do FAH", afirmou Vijay Pande, professor associado de Standford e criador do projeto. Na verdade, para alguns cálculos, o processador do Ps3 é quase 20 vezes mais rápidos que chips padrão, calcula ele.

Detalhes publicados no site de Standford afirmam que cerca de 10 mil consoles permitirão que o projeto atinja performance na escala dos petaflops.
"Enquanto o Cell faz grande parte dos processos de cálculo da simulação, o chip gráfico do PS3 representa o processo de enlaçamento em tempo real usando a tecnologia", nota o site.

Usuários do PS3 que queiram entrar no projeto simplesmente precisarão clicar sobre o ícone Folding@home que se tornará disponível na próxima atualização de segurança.

*Jaikumar Vijayan é repórter do IDG News Servicem, em Framingham.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail