Home > Notícias

Vendas de notebooks ultrapassam as de desktops em 2011, diz IDC

Com um crescimento médio em vendas de 16,1% ao ano, portáteis representarão mais da metade do mercado mundial em 2011, diz IDC

Por Daniela Braun, do IDG Now!

21/03/2007 às 14h17

Foto:

Com um crescimento médio em vendas de 16,1% ao ano, portáteis representarão mais da metade do mercado mundial em 2011, diz IDC

Nos próximos quatro anos, os notebooks devem dominar o mundo. Pelo menos é o que prevê o mais recente estudo trimestral "Worldwide Quarterly PC Tracker" da consultoria IDC divulgado nesta terça-feira (20/03).

Segundo a consultoria, o total de desktops vendidos no ano passado foi de 227,7 milhões de unidades - crescimento de 9,5% em relação a 2005 -, representando o montante de 231,9 bilhões de dólares - alta de 6,1% em um ano.

No período, o volume de desktops vendidos (138,3 milhões) superou em menos de 2% os resultados de 2005. Já as vendas de PCs portáteis (notebooks) apresentaram alta de 26,3% somando 82,4 milhões de unidades.

Enquanto as vendas de desktops devem apresentar uma taxa de crescimento médio anual de 3,8% ao ano até 2011, os portáteis sustentarão um crescimento médio de 16,1% ao ano, no mesmo período. Como resultado, os portáteis representarão mais de 50% de toda a base de PCs no mundo em quatro anos, sendo que a média de crescimento geral do mercado de PCs será de 9,1% até 2011.

Na avaliação de Loren Loverde, diretor do Quarterly PC Tracker, essencialmente o crescimento do mercado de desktops ocorrerá nos mercados emergentes. Nos Estados Unidos, embora ganhe certo fôlego este ano e em 2008, com o lançamento do sistema operacional Vista, da Microsoft, o mercado de desktops enfrentará o declínio nos anos seguintes, dando espaço aos portáteis.

Somente no quarto trimestre de 2006, as vendas munciais de PCs somaram 64,7 milhões de unidades (crescimento de 7,3% em um ano), informa a pesquisa.

O segmento de consumo representou 89,2 milhões de unidades - alta de 13,5% em um ano - enquanto o corporativo consumiu 138,5 milhões - crescimento de 7,1%.

Este ano, a IDC projeta a venda de 252,9 milhões de microcomputadores no mundo todo - alta de 11,1% sobre 2006 - sendo 100,9 milhões para usuários residenciais e 152 milhões para empresas,

O volume total de PCs deve atingir 305,3 milhões de unidades em 2009, sendo 123 milhões para o mercado de consumo e 182,3 milhões para o segmento comercial.

O estudo realizado em 55 países mostra que a participação dos mercados emergentes também tem crescido. A região Ásia/Pacífico (excluindo o Japão) e o que a IDC classifica como "Rest of World", que inclui América Latina, Canadá, Leste e Centro europeus, Oriente Médio e África, representaram metade das vendas de desktops no ano passado.

O mercado norte-americano gerou 65,5 milhões de unidades vendidas em 2006, apresentando um crescimento de 6,1% em relação a 2005.

Em 2007, a IDC prevê que os Estados Unidos respondam pela venda de 69,5 milhões de PCs - crescimento de 7% na comparação com o ano passado. Em 2009, o país observa uma desaceleração no setor e deve contabilizar 78,2 milhões de micros vendidos (alta de 5,2%).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail