Home > Notícias

Microsoft investiga roubos de identidade dentro da rede XBox Live

Crescente número de denúncias sobre roubo de identidad de gamers força companhia a investigar supostos problemas com crackers na rede

Por Gregg Keizer, para o IDG Now!*

22/03/2007 às 16h16

Foto:

Crescente número de denúncias sobre roubo de identidad de gamers força companhia a investigar supostos problemas com crackers na rede

A Microsoft admitiu nesta quarta-feira (21/03) que recebeu reclamações sobre ação de crackers na rede XBox Live que roubaram dados pessoais de jogadores e prometeu investigar as questões.

Denúncias de roubo de contas no XBox Live foram publicados por usuários no fórum do serviço desde o final de dezembro, mas reclamações aumentaram nesta semana quando o pesquisador de segurança Kevin Finisterre, responsável pelo projeto "Mês de bugs da Apple", anunciou que também tinha sido atingido.

Em entrevista por e-mail, Finisterre afirma que foi vítima na última quinta-feira. "Estava jogando com uns rapazes que estavam roubando por um método conhecido como 'standbying' ou 'bridging' e, durante o jogo, eles falaram que iriam roubar minha conta", afirma ele.

"No outro dia, meu XBox afirmou que outro gamers já havia usado aquele nome para se autenticar e me cortou da rede".

"Imediatamente após isto, fui banido do XBox Live por algumas semanas". Finisterre pediu ajuda ao suporte, mas sua conta ainda está sob investigação pela Microsoft.

Ele culpou um grupo de crackers conhecido como "Infam0us" como responsáveis por, pelo menos, alguns roubos de contas. O site do grupo não nega as acusações, listando sete razões para roubar identidades no XBox Live, com justificativas como "Roubou meu clã online" ou "Falou bobagem" para determinado usuário.

A única resposta oficial da Microsoft foi afirmar que estava pesquisando a questão. "Houve denúncias de atividade fraudulenta e roubo de contas na rede XBox Live", afirmou um porta-voz da companhia nesta quarta-feira (22/03). "Segurança é uma prioridade muito alta para o XBox Live, e estamos investigando todas as denúncias de roubo".

Caso a experiência de Finisterre sirva como guia, a recomendação dada pela Microsoft para que gamers lesados entrem em contato com o suporte da empresa pode ser apenas perda de tempo.

"Parei de ligar ao suporte até que consiga voltar novamente ao XBox Live", diz. "É meio patético que eu tenha que apelar para a mídia para investigar o problema. É triste também que muitas outras pessoas dos fóruns estão furiosas com a falta de ação da Microsoft também".

*Gregg Keizer é editor do Computerworld, em Framingham.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail