Home > Notícias

Vendas de notebooks crescerão mais de 100% em 2007, diz IT Data

Máquinas portáteis devem totalizar 1,4 milhão de unidades vendidas no Brasil neste ano

Por Caio Terreran, especial para PC World

23/03/2007 às 16h42

Foto:

Máquinas portáteis devem totalizar 1,4 milhão de unidades vendidas no Brasil neste ano

As vendas de PCs portáteis deverão crescer mais de 100% neste ano e atingir o volume de 1,4 milhão de notebooks comercializados, segundo Ivair Rodrigues, diretor da consultoria IT Data. Em 2006, os portáteis comercializados totalizaram cerca de 700 mil unidades. 

O dólar estabilizado em patamar baixo, os preços mais atraentes proporcionados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (que isenta fabricantes de máquinas vendidas por até 4 mil reais do pagamento de impostos) e a variedade de ofertas disponibilizada pelo varejo influenciam na previsão – e permitem que os notebooks avancem sobre o território dos desktops.

Neste cenário, a troca do PC de mesa por uma máquina portátil já é tendência fortemente observada. Isto é o que revela uma pesquisa a ser divulgada pela IT Data e adiantada com exclusividade para PC World.

Participaram do estudo, realizado entre fevereiro e março, 400 homens e mulheres residentes em todo o País. Este número contempla tanto donos de PCs que desejam fazer um upgrade quanto pessoas que planejam comprar seu primeiro computador dentro dos próximos seis meses.

Entre os que já possuem um desktop, 43% declaram ter vontade de adquirir um portátil. Já quando se trata de quem ainda não tem computador, 30% dizem ter vontade de estrear no universo da informática a bordo de um notebook.

Outro aspecto ressaltado pela pesquisa é a diferença de configuração buscada por mulheres e homens Enquanto elas prezam portabilidade e estética, com tendência a adquirir portáteis com telas menores, eles buscam concentrar funções de entretenimento na máquina e investir em notebooks de tela grande. Em destaque entre os itens buscados na configuração do portátil por ambos os sexos aparecem os displays de formato wide.

Ao contrário de outros estudos, que apontam a finalidade educativa como o principal motivador da compra de um PC, a pesquisa conclui que a comunicação via e-mail, comunicadores instantâneos e redes de relacionamento, como o Orkut, é hoje a grande facilidade buscada por quem adquire um computador.

O diretor da IT Data, justifica o resultado com base na metodologia da pesquisa - realizada por mala direta. "Quando a pergunta não é feita pessoalmente ou via telefone, o entrevistado não fica encabulado de dizer o real motivo desta aquisição, neste caso, menos 'nobre' do que o propósito educativo", explica Rodrigues.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail