Home > Notícias

Em 3ª queda seguida, Brasil é 53º em ranking global de tecnologia

Em três anos, País passou da 39ª posição para a 53ª em ranking do Fórum Econômico Mundial. EUA perdem liderança

Por Redação do IDG Now!*

28/03/2007 às 16h00

Foto:

Em três anos, País passou da 39ª posição para a 53ª em ranking do Fórum Econômico Mundial. EUA perdem liderança

O Brasil caiu uma posição e agora é o 53º país em ranking mundial sobre tecnologia do Fórum Econômico Mundial,, divulgado nesta quarta-feira (28/03). Com mais este reposicionamento, o País completa três anos seguidos de queda no índice, que avalia o impacto do progresso tecnológico de 122 nações por meio de investimentos nas tecnologias de informação e comunicação.

Na terceira edição do estudo, em 2003, o Brasil ocupava o 39o lugar. No ano seguinte, o País perdeu sete posições, chegando a 46o no ranking. Em 2005, mantendo-se em queda, ficou em 52º lugar.

O Brasil foi ultrapassado por Barbados, Jamaica e México entre os países latino-americanos mais tecnológicos, cuja lideraça continua com o Chile, agora o 31º classificado, queda de duas posições.

Terceiro lugar no ranking anterior, a Dinamarca aparece pela primeira vez na liderança do estudo, seguida por Suécia (8o lugar no ano passado), Cingapura, Finlândia e Suíça.

Antigo líder, os Estados Unidos caíram seis posições, para o 7º lugar, em razão  "da deteriorização dos ambientes políticos e regulatórios" do setor, segundo o estudo.

O Brasil está na contramão de toda a América Latina - que, segundo o estudo, apresenta uma "tendência cada vez maior de crescimento", com países como "Argentina, México e Peru subindo diversas posições no ranking".

Até mesmo países da América Central, entre os quais Jamaica, Costa Rica e República Dominicana, apresentaram crescimentos considerados "impressionantes" pelo Fórum Econômico Mundial graças a investimentos e estratégias para promover a inclusão digital promovidas.

Três áreas são analisadas para que o Fórum Econômico Mundial construa o ranking: (1) as condições macroeconômicas gerais, a infra-estrutura e as leis ligadas à tecnologia; (2) a forma como os indivíduos, governos e empresas se beneficiam e usam a tecnologia; (3) e as estatísticas sobre o uso de tecnologia da informações e comunicações nas nações analisadas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail