Home > Notícias

Intel anuncia Centrino vPro para notebooks corporativos

Com previsão de chegada em junho, evolução da plataforma de processamento Centrino permite administração remota de notebooks

Por Ben Ames para o IDG Now!*

04/04/2007 às 17h34

Foto:

Com previsão de chegada em junho, evolução da plataforma de processamento Centrino permite administração remota de notebooks

Em junho, a Intel começa a distribuir aos fabricantes de notebooks a nova plataforma de processamento Centrino vPro.

Segundo informou a fabricante nesta quarta-feira (04/04), a nova linha combinará as vantagens em economia de bateria e conectividade sem fio dos processadores Centrino com uma rede de segurança automatizada e a solução remota de proplemas proporcionados pela pataforma vPro.

Observando o aquecimento das vendas de notebooks frente à queda na procura por desktops, especialmente no mercado norte-ameircano, a Intel pretende agarrar a parcela crescente do mercado de portáteis. Invés de comercializar somente o chip, a estratégia de plataformas da empresa - incluindo Centrino, vPro e Viiv - engloba todo um pacote de hardware envolvendo processador, chipset, placa gráfica e, em alguns casos, placas de acesso wireless.

Na avaliação de Mooly Eden, vice-presidente do grupo de produtos móveis da Intel, este é o momento certo para combinar o Centrino ao vPro já que os consumidores corporativos revelam mais interesse em  notebooks.

A Intel lançou o vPro em setembro do ano passado como parte de um conjunto se componentes oferecido em desktops de fabricantes como Dell, Hewlett-Packard entre outros. O sistema permite que gerentes de tecnologia administrem os PCs da empresa remotamente, solucionando problemas de software, monitorando ameaças à segurança de dados e até mesmo reiniciando os sistemas.

O Centrino vPro promete manter a economia de consumo já oferecida pelo Centrino, acrescentando o upgrade de processamento de um núcleo para dois, por meio do chip Intel Core 2 Duo, bem como o aumento na capacidade de processamento gráfico para suportar o sistema operacional Windows Vista, da Microsoft, e a opção de "Memória Turbo", capaz de reduzir o tempo de inicialização do sistema em até 20% por meio da substituição do disco rígido pela memória flash.

*Ben Ames é editor do IDG News Service, em Boston

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail