Home > Notícias

Fraudes online caem 36% no primeiro trimestre, afirma CERT.br

Tentativas de fraudes perdem espaço para worms entre janeiro e março, se comparado com 2006; ataques contra servidores crescem 43%

Por Redação do IDG Now!*

05/04/2007 às 10h58

Foto:

Tentativas de fraudes perdem espaço para worms entre janeiro e março, se comparado com 2006; ataques contra servidores crescem 43%

As tentativas de fraudes onlines registradas durante o primeiro trimestre de 2007 tiveram queda de 36%, se comparado com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br).

Nos três primeiros meses de 2007, foram 7.691 tentativas de fraundes online. No mesmo período do ano passado, elas atingiram 12.099.

As fraudes contabilizaram por 13% das ameaças na internet brasileira - ataques que buscam portas abertas em micros ficaram na segunda posição, com 21%, enquanto worms mantiveram sua liderança entre as ameaças, com 64% dos alertas.

No sentido contrário, o CERT.br aponta para o aumento de 43% nos ataques a servidores online, que registraram 1.658 relatos ao órgão, responsável por monitorar a segurança da internet brasileira.

A analista de degurança do CERT.br, Cristine Hoepers, afirma que os ataques exploram brechas "em aplicações e, em alguns casos, visam a hospedagem de programas maliciosos utilizados em fraudes ou de páginas falsas de instituições financeiras".

Segundo ela, ataques voltados a servidores realizados com sucesso têm chances de infectar muito mais máquinas que outros pontuais, o que mostra a pretensão de roubo de dados em massa pelos crackers durante o período.

O número total de ataques durante os três primeiros meses do ano atingiu 56.296 notificações - o número quase alcançou o número total de ameaças referentes a 2005, quando o órgão registrou 68 mil alertas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail