Home > Notícias

Ondas de rádio geradas por explosão solar afetam recepção de sinal GPS

No dia 6 de dezembro, o sistema de posicionamento global foi seriamente afetado pela atividade solar, reportam pesquisadores

Por Redação do IDG Now!

09/04/2007 às 10h46

Foto:

No dia 6 de dezembro, o sistema de posicionamento global foi seriamente afetado pela atividade solar, reportam pesquisadores

Durante uma erupção solar sem precedentes no último mês de dezembro, pesquisadores da Universidade Cornell confirmaram que as ondas de rádio geradas pelo sol podem ter impactos sérios no sistema de posicionamento global, o GPS, e outras tecnologias de comunicação por ondas de rádio.

A onda de rádio gerada pelo sol começa com um facho de luz solar que injeta elétrons de alta energia na atmosfera solar superior da Terra. São produzidas então ondas de rádio que se propagam e atingem uma ampla faixa de freqüência. Essas ondas geradas agem como ruído nas freqüências - entre elas a utilizada pelo GPS e outros sistemas de navegação - e podem degradar os sinais.

Segundo os cientistas da  Universidade de Cornell, que apresentaram seus estudos no Fórum Corporativo de Clima Espacial, uma forte erupção solar em 6 dezembro do ano passado criou uma onda solar de rádio sem precedentes que fez com que uma série de dispositivos parassem de captar o sinal do GPS.

Utilizando equipamentos especialmente desenvolvidos na universidade, os pesquisadores foram capazes de medir quantitativamente, pela primeira vez, os efeitos das ondas solares no GPS. A conclusão é que o efeito pode ser mais grave do que se projetava.

No evento de 6 de maio, o sol estava no ciclo de menor atividade - chamado “solar minimum” -, e ainda assim a onda solar de rádio gerou dez vezes mais ruído que o último registro, segundo Dale Gary, Ph.D. e professor responsável pelo departamento de física do Instituto de Tecnologia de New Jersey.

De acordo com ele, os instrumentos registraram uma emissão 20 mil vezes maior de rádio na área de foco da explosão solar que todo o resto das ondas geradas pelo sol. Isso seria o suficiente para afetar todos os receptores de GPS localizados no hemisfério da Terra iluminado pelo sol no momento da explosão segundo o pesquisador.

Pesquisadores da Faculdade de Boston descobriram que a explosão de rádio gerada pelo sol no dia 6 foi a primeira a ser registrada pelo sistema de navegação aérea civil, o Wide Area Augmentation System (WAAS).

A agência especial norte-americana, a NASA, pretende entender melhor esse fenômeno solar para poder limitar seus efeitos nos sistemas em tempo real, disse Tony Mannucci, Ph.D. ligado a um grupo de estudos atmosféricos da agência.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail