Home > Notícias

Entrevista: Depois da Wikipedia, é a vez da Citizendium

Larry Sanger fala sobre sua nova enciclopédia online Citizendium, que tem grupo profissional de editores e políticas mais rígidas

Por Heather Havenstein, para o IDG Now!*

11/04/2007 às 18h50

Foto:

Larry Sanger fala sobre sua nova enciclopédia online Citizendium, que tem grupo profissional de editores e políticas mais rígidas

A resposta de Larry Sanger para sua antiga empresa, a Fundação Wikimedia, é uma nova enciclopédia online chamada Citizendium, que foi lançada na semana passada.

A rixa entre Sanger e Jimmy Wales, inclusive, se reflete nas declarações do segundo de que criou sozinho a Wikipedia - após tentar editar seu próprio verbete na Wikipedia sobre a questão, Wales foi hostilizado pela mesma comunidade que criou.

Editor-chefe da Citizendium e co-fundador da Wikipedia, Sanger fala sobre como o novo serviço se diferencia da enciclopédia online pela presença de editores espefícos e explica por que decidiu abandonar a filosofia de "ignorar todas as regras" enaltecida no projeto ao lado de Wales nesta entrevista.

Você criou a Citizendium para eliminar a Wikipedia?

É extremamente improvável que nossa existência leve ao fim da Wikipedia. A Wikipedia já tem um enorme sucesso e um gigantesco grupo de pessoas que gostam das políticas aplicadas.

Desde que todos se mantenham dentro da lei e das normas de ética, desejo que ela cresça e aumente sua importância.

Por que você descartou a filosofia de "ignorar todas as regras" enaltecida na Wikipedia?

Sou o autor da regra de "ignorar todas as regras" na Wikipedia. Há alguns meses após ter proposto isto em tom irônico, rejeitei o discurso por que todos os outros estavam levando muito a sério.

A intenção por trás da regra inicialmente era que as pessoas não deviam se importar sobre formatações corretas e decorar cada trecho das regras antes de começar a retribuir.

Tudo bem se você não coloca um negrito no assunto do artigo. Alguém irá corrigir o erro, e você aprenderá apenas de ser corrigido. Foi isto que quis dizer com "ignorar todas as regras".

Certamente, não queria dizer que você pode se comportar como um idiota e ninguém ligaria pra isto.

O que a Citizendium oferece que você não consegue encontrar na Wikipedia?

O mundo precisa de algo adicional à Wikipedia. O mundo precisa de uma enciclopédia online melhor e mais confiável.

Existe uma pequena chance que a Wikipedia mude políticas que eu acho que são responsáveis por sua falta de autoridade.

Muitas pessoas - e eu não digo apenas especialistas - contribuíram com Wikipedia e saíram com um péssimo gosto na boca. O problema é que o trabalho tende a ser diminuído e eles costumam ser tratados de maneira desrespeitosa.

Existe uma necessidade urgente de o serviço ser mais inclusivo. Ao se abrir para todo tipo de pessoas anônimas e abusivas, a Wikipedia se fecha para quem não quer trabalhar neste tipo de ambiente.

Quais são algumas das políticas e processos importantes da Citizendium?

Queremos ter processos prontos para que possamos reagir rapidamente a péssimos comportamentos.

Por exemplo, houve um usuário há pouco tempo que desafiou outro membro da comunidade, afirmando que certo artigo era simplesmente trabalho ruim.

Outro dos nossos profissionais percebeu a situação, apagou o comentário e colocou uma mensagem alertando que nós temos uma política de comportamento profissional, com um link para a página que explicava as políticas.

Caso alguém desrespeite outro usuário, nós o removeremos, como já fizemos outras vezes.

As outras políticas mais importantes seria a de usar nomes da vida real. Queremos que toda a comunidade use seus nomes de batismo.

Acho que esta exigência teve um efeito benéfico no nível de civilidade do projeto, além de ter aumentado a credibilidade dos resultados.

Quem se ofereceu para trabalhar na Citizendium até agora?

Nós já contamos com professores gabaritados e adolescentes muito inteligentes. É um grupo bem diversificado, e é assim que nós queremos que fique.

*Heather Havenstein é editora do IDG News Service, em Framingham.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail