Home > Notícias

Second Life se tropicaliza

Faltam poucos dias para a estréia da versão brasileira do serviço. Entenda o que é, como funciona e, querendo, junte-se aos mais de 5 milhões de Residentes

Por Rodolfo Mendes, especial para a PC WORLD

11/04/2007 às 18h27

SecondLife_70x84.jpg
Foto:

Faltam poucos dias para a estréia da versão brasileira do serviço. Entenda o que é, como funciona e, querendo, junte-se aos mais de 5 milhões de Residentes

SecondLife100x120Até o presente momento, milhões de internautas no mundo já devem ter se perguntado o que é o Second Life, pra que ele serve e por que ele, a exemplo do YouTube e do Flickr, surgiu do quase nada para ganhar fama mundial.

Ainda agora, muitos brasileiros, usuários do serviço, devem estar em contagem regressiva. Isso porque a versão brasileira do Second Life está prevista para o próximo dia 23 de
abril, se nada acontecer até lá (o iG, responsável pela plataforma de
lançamento no Brasil, havia anunciado que em janeiro o serviço já
estaria disponível, o que não aconteceu).

Desde o último dia 5,
uma “ilha de treinamento”, construída pela Kaizen, está disponível para a
familiarização dos usuários com as novidades que virão na nova versão.
Para encontrar essa microversão brasileira, basta pesquisar a palavra
Kgbr03. De cara o usuário já pode ganhar brindes para incrementar seu
avatar.

Assim que a versão estiver completa, os residentes
poderão ir a pontos turísticos brasileiros e investir seus linden
dólares em “ilhas” 100% nacionais. O ambiente brasileiro terá cerca de
700 mil metros quadrados e poderá anexar outras “ilhas” criadas e
administradas por brasileiros, como a Berrini e a Itaim.

Quem já é
usuário do Second Life não vai precisar criar um novo avatar na versão
brasileira. Basta se logar no site Second Life Brasil e ativar a conta
como brasileira.

Saiba mais:

> O Second Life é um Jogo?
> Dinheiro de verdade
> Como começar
> Crie um avatar e passe a existir

++++
O Second Life é um jogo?
Não, ele não é e por uma razão bem simples: não há final nem objetivos definidos. Pode-se dizer que o Second Life, basicamente, é uma nova interface de relacionamento interativo em rede.

O que move a internet é a forma como ela gera conexões dos mais diversos tipos; para alguém usufruir destas conexões/relações é precisa fazê-la acontecer de alguma forma, através de uma interface, que pode ser um site de relacionamento ou de compras, por exemplo.Second Life 400 Tela 01

O que o Second Life apresentou ao mundo: em vez de ir num site de lojas de roupas olhar as novas peças na estação, no Second Life você literalmente vai até a loja da marca existente no universo virtual, que por sua vez é uma simulação mais próxima do real, com vendedores, espaço “físico”, outros clientes comprando e palpitando, gerente da loja presente etc. Grosso modo, o Second Life é uma comunidade que se relaciona através de um mecanismo de game.

Saiba mais:

> Dinheiro de verdade
> Como começar

> Crie um avatar e passe a existir

++++
Dinheiro de verdade
O que os usuários descobriram é pode-se gastar (e até ganhar!) dinheiro de verdade neste simulacro do mundo real repleto de consumidores diferenciados.

Eis o motivo porque já existem tantas marcas conhecidas (como Adidas, Cavalera e Nokia) com lojas próprias espalhadas pelo espaço do Second Life.

A moeda corrente desse universo é o Linden Dollar (L$). Um dólar (US$) vale aproximadamente 300 L$, com alguma pequena variação na cotação corrente.

A Kaizen Games (desenvolvedora responsável pela adaptação) lançou a versão beta do jogo oficialmente no Brasil no dia 05 de abril, o que possibilita a conversão direta de reais para linden dólares, sem necessidades de intermediários.

A moeda virtual é necessária para uma existência virtual proveitosa, como entrar em certos lugares e implementar idéias. Mas ganhar dinheiro lá não é fácil. Por exemplo, criar algo para vender é uma tarefa que exige mais do que criatividade.

Isso porque o usuário precisará ter conhecimento em modelagem 3D, já que tudo se cria usando as ferramentas fornecidas pelo jogo, e saber também um pouco sobre programação, necessária para tornar sua criação uma coisa interativa (piscar uma luz, fazer uma bicicleta andar, uma TV funcionar etc.) ajuda muito.

Saiba mais:

> O Second Life é um Jogo?
> Como começar
> Crie um avatar e passe a existir

++++
Como começar
Para entrar nesse mundo virtual primeiro é preciso baixar o programa, já existente na forma cliente totalmente em português (36,6MB, na versão para Windows).

Além de grande, o programa possui requisitos mínimos do porte de um Vista: processador de pelo menos 1 GHz, 512 de RAM (ideal de 1GB), placa de vídeo com pelo menos 64 MB (a maior parte das placas de vídeo integradas à placa-mãe costumam não suprir este quesito), drivers de vídeo atualizados, o DirectX mais atual (para usuários Windows) e uma boa conexão de banda larga.

Por ser um ambiente no qual todas as alterações devem ser computadas em tempo real, recomenda-se uma conexão de 512 Kbps, sendo que 1 Mbps já deixa tudo mais fluido.

Assim que entra no site brasileiro você precisa criar um nome de usuário a partir de um prenome definido por você (de dois até 31 caracteres, entre letras e números) e com um sobrenome a partir de uma lista fornecida pelo Second Life.

Depois, forneça data de nascimento completa e seu e-mail. Você receberá uma mensagem de confirmação e será direcionado para a página de download do programa.

A etapa seguinte implica seleção da versão do software que será instalado (de acordo com o sistema operacional que você tem instalado no computador). A versão para Windows (2000/XP) – a mais recente de 5 de abril 2007, por exemplo, tem 36,6 MB. Também está disponível para Mac OS X e Linux.

Só depois de baixar, instalar e conectar o programa é que, de fato, você vai iniciar sua inserção no Second Life.

Saiba mais:

> O Second Life é um Jogo?
> Dinheiro de verdade
> Crie um avatar e passe a existir

++++
Crie um avatar e passe a existir
O próximo passo é escolher um rosto para seu avatar – a projeção do seu “eu” no jogo (a figura que irá lhe representar e servir de veículo de interação para você no mundo virtual).

Second Life 400 Tela 03

Como tudo que existe de virtual em universos digitais, um avatar não necessariamente é uma figura semelhante ao corpo físico do usuário no mundo real, isso vale tanto para você quanto para as pessoas que você conhece e se relacione no Second Life.

A seguir, deve-se informar dados pessoais e preencher código de validação, para evitar robôs.

O Second Life é gratuito, mas para ter certos privilégios no jogo, como poder comprar território (as chamadas “ilhas”) e abrir um negócio, é preciso se tornar um usuário pago.

As mensalidades vão de 9,95 dólares por mês (cobrados mensalmente) a 72 dólares por um ano (dividido em dois pagamentos semestrais).

Caso deseje, convide seus amigos para ingressar no Second Life. A cada amigo indicado que se tornar um usuário Premium, o serviço irá dar um crédito de 2 mil lindens dólares.

Second Life 200 Tela 04Na primeira vez que se logar, será apresentada uma tela com as “Regras de Comportamento”, compostas por seis itens fundamentais, denominados “Big Six”, para a boa convivência entre os Residentes, como são denominados os moradores do Second Life.

Violar essas regras pode ser motivo de suspensão e até de banimento da rede social. Em linhas gerais, os Residentes dos Second Life podem ter problemas caso sua conduta infrinja as normas do bom relacionamento social, não muito diferente do mundo real. São elas:

  • Intolerância

  • Assédio

  • Violência

  • Privacidade

  • Indecência

  • Perturbação da paz

Por ser voltado ao público adulto, alguns comportamentos são permitidos apenas em determinas áreas do Second Life. Ainda assim, para evitar problemas, é conveniente pesquisar antes tomar certas atitudes e, em caso de dúvida, não faça.

Saiba mais:

> O Second Life é um Jogo?
> Dinheiro de verdade
> Como começar

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail