Home > Notícias

Microsoft pressiona desenvolvedores após vazamento de software

Responsável pelos testes do Windows Home Server anunciou o bloqueio da versão beta para alguns usuários, em busca do culpado

Por Elizabeth Montalbano, para o IDG Now!*

13/04/2007 às 14h19

Foto:

Responsável pelos testes do Windows Home Server anunciou o bloqueio da versão beta para alguns usuários, em busca do culpado

A Microsoft está se esforçando para descobrir o responsável pelo vazamento da versão de testes, ou Community Technology Preview (CTP), do Windows Home Server para o blog Hotfix.net, após o preview ter sido publicado na página por um usuário chamado Richard pouco depois de ter sido liberado para um grupo pequeno.

Em um e-mail enviado aos testadores obtido pelo IDG News Service, Kevin Beares, chefe de comunidade do Windows Home Server na Microsoft, escreveu aos Mais Valiosos Profissionais (MVP) dizendo que eles não terão acesso à versão beta até que ele descubra quem vazou o software para o site Hotfix.net.

O MVP é um título que a Microsoft dá às pessoas que são ativas e úteis em comunidades de diferentes grupos de produtos da empresa, e muitos MVPs acabam se tornando testadores primários de produtos.

“Por enquanto, vocês não têm acesso à versão beta até que eu possa encontrar o Richard que postou o CTP do WHS neste site”, dizia o email. “Trabalharei com a equipe de administração de conexão para determinar qual de vocês é o verdadeiro culpado desse vazamento”.

Beares pede desculpas por ter de punir a todos os MVPs com Richard no nome e disse que, se o culpado se entregar, ele pode “ter discrição quanto às medidas que tomarei”.

O Windows Home Server é a nova versão do sistema operacional Windows que permite que usuários montem redes seguras de PCs em casa, compartilhando e armazenando facilmente arquivos de mídia. Uma versão beta 2 já está disponível, e o lançamento final deve acontecer antes do fim do ano.

Etahn Allen, proprietário do Hotfix.net que trabalha como gerente de qualidade em uma companhia de software em Bellevue, Washington, disse que a Microsoft também entrou em contato com ele para pedir a remoção do CTP do WHS de seu site. Ele disse que o preview foi tirado da página principal e colocado em uma página de downloads.

Allen disse que tem sido alvo da Microsoft desde que publicou correções que diz fazerem parte do primeiro pacote de atualizações do Windows Vista em seu site na última semana. A companhia pediu que ele retirasse do ar o pacote e ele não o fez. No entanto “A Microsoft está no meu caso por outras razões”, sendo o CTP uma delas, disse Allen na quinta-feira (12/04).

Ele afirma que a Microsoft tem “espiões” nos fóruns do Hotfix.net, na tentativa de descobrir que está vazando previews de programas em seu site. A empresa também pediu para ele informar os nomes de quem fornece arquivos da Microsoft para seu site, mas ele se recusou.

Uma porta-voz de relações públicas da Microsoft disse que não sabia do e-mail de Beares nem da publicação do CTP no site de Allen, mas disse que investigaria a situação com a Microsoft.

*Elizabeth Montalbano é repórter do IDG News Service, em Nova York.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail