Home > Notícias

Os dez produtos mais chatos da tecnologia

A edição norte-americana de PC WORLD listou as coisas mais aborrecedores já produzidas no mundo digital

Por Dan Tynan, PC World EUA

20/04/2007 às 12h02

produtos-mala_70.jpg
Foto:

A edição norte-americana de PC WORLD listou as coisas mais aborrecedores já produzidas no mundo digital

produtosmala_100x120Depois de relembrarmos os mais célebres produtos e equipamentos de TI que tal conhecer uma lista de artigos que nos irritaram e, hoje, podem ser considerados os mais chatos de todos os tempos no mundo da tecnologia? Não perca o bom humor e conheça os 10 campeões na categoria “chatice”.

:: 10 - Apple QuickTime for Windows (de 2001 até o presente)

quicktimepioresPor que é que todos os players de mídia acham que dominam seu PC? Instale o QuickTime e ele logo aparece na área de notificação do Windows, em ícones na área de trabalho e carrega um applet qttask.exe sempre que você liga o computador - isso tudo sem perguntar nada. Você pode apagá-lo, mas assim que instalá-lo de novo tudo volta. Pior, se quiser usar o iTunes, o QuickTime vem no pacote. Muitos programas instalam atalhos em várias partes do seu sistema, mas a maioria pergunta antes se pode ou não.

:: 9 - Microsoft Windows Update (de 1998 até o presente)

windowspioresTudo bem, sabemos que nossos computadores seriam mais vulneráveis se não fosse o Windows Update tapando os infinitos buracos do Windows. Mas usá-lo para fazer propaganda do sistema operacional da Microsoft já o colocaria na ala dos chatos, sem mencionar que ele sempre reinicia o sistema depois de realizar alguma instalação. Anunciado como um update “crucial” há alguns meses, o WGA se instalou sem chamar muita atenção, enviou informações sobre o sistema dos usuários e identificou erroneamente milhões de cópias legais do XP como sendo piratas. Ninguém gosta de penetras e isso é algo a que todos estamos expostos com esse serviço.

:: 8 - Microsoft Windows Vista (2007)
vistapioresUma das leis não escritas da computação: todos os Windows são chatos. O Windows Me leva a medalha de ouro, mas o Vista, junto com suas inúmeras janelas de confirmação “Continuar ou Cancelar?” não fica muito atrás. Porém, essa é só a ponta do iceberg. Instalar o Vista num sistema usado é um bom passatempo e também ajuda a descobrir que sua placa de vídeo e alguns de seu programas não irão funcionar como deviam. E mesmo quem for comprar um computador novo, não irá conseguir aproveitar todos os recursos do novo sistema operacional sem pagar uma boa quantia adicional, sem mencionar o fato de que é bem capaz que alguns deles não funcionem de jeito nenhum.

:: 7 - MySpace (de 2003 até o presente)
myspacepioresOs sites de relacionamento costumam ser os maiores transmissores de malwares e um dos maiores do mundo++++na categoria não seria exceção. A facilidade para quebrar suas barreiras tornaram o MySpace um ótimo meio de se encontrar “amigos”. Aparentemente todos os que um ser humano precisa e mais um pouco.

:: 6 - Bonzi Buddy (de 1999 a 2004)
bonzipioresDescrito como um aplicativo de ajuda, o Bonzi Buddy entregava anúncios contextuais no seu PC – basicamente, depois de colher informações de você. Eles faziam pipocar propaganda o tempo todo e esconder o que precisava ser usado.

:: 5 - Real Networks RealPlayer (de 1996 até 2004)
realpioresEm 1996 a Progressive Networks (agora Real Networks) começou a oferecer o RealPLayer numa versão Plus, de 30 dólares, e numa versão gratuita - mas achar o link para o download gratuito era como brincar de “Onde está Wally” no site da Real. Uma vez com o player gratuito baixado e instalado, ele se auto declarava seu player padrão para todos os formatos e começava a soltar avisos pedindo que você adquirisse a versão paga Plus. As versões posteriores se instalavam na área de notificação e soltavam balõezinhos com anúncios de “ofertas especiais” da Real. Parece que queriam ser pagos para acabar com o incômodo diário...

:: 4 - McAfee Internet Security e Symantec Norton Internet Security (de 1998 até o presente)
nortonpioresPacotes de segurança deveriam servir de guarda-costas para o seu PC. Não é o caso desses dois. O Norton e o McAfee constantemente nos avisam para verificar nossas configurações de segurança, atualizar nossas assinaturas e/ou comprar novos produtos. Foi-se o tempo em que não era preciso comprar assinaturas anuais para antivírus, e não ser incomodado por nada a respeito disso.

:: 3 - DRM: Apple iTunes, Microsoft Windows Media Player, Microsoft Zune, Napster (de 2003 até o presente)
zunepioresOs players de mídia em si são muito bons, mas os esquemas de direito digitais (DRM) incompatíveis não. Apesar da recente decisão da Apple de vender músicas sem DRM, a maior parte das músicas do iTunes só vai tocar em iPods, alguns telefones Motorola ou computadores com o iTunes instalado, sem falar que as musicas sem DRM são ligeiramente mais caras. A Microsoft afirma que logo irá vender música sem DRM para o Zune. A conferir.

:: 2 - Windows Me (2000)
windowsmepioresJá dissemos que o Windows Me foi “a pior versão do Windows já lançada”. A enquete da PC World EUA só confirmou. Logo depois de seu lançamento houve uma avalanche de relatórios de bugs em Redmond. A instalação era difícil, o suporte de driver do hardware era grosseiro e o sistema travava quase todo dia. Como já disse um colunista da PC World, “Millenium era uma referência ao número de vezes que você teria que consertar o sistema”.

:: 1 - CDs AOL (de 1993 a 2006)
aolcdpioresA enxurrada de discos gratuitos da AOL foi provavelmente a campanha da marketing mais chata já feita. Estima-se que o número de discos feitos entre julho de 1993 e julho de 2006 em cerca de um bilhão. Você provavelmente deve ter alguns em sua casa. Use-os como porta-copos.

>> Você concordou com a lista? Tem outras sugestões? Comente a reportagem.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail