Home > Notícias

Roland quer avançar no segmento de impressão de foto digital

Subsidiária brasileira faturou 28 milhões de dólares em 2006, metade só com negócios de imagens digitais

Por Nando Rodrigues, da PC WORLD

25/04/2007 às 16h09

Foto:

Subsidiária brasileira faturou 28 milhões de dólares em 2006, metade só com negócios de imagens digitais

A Roland DG, unidade de negócios de imagens da Roland (tradicional fornecedora de instrumentos musicais eletrônicos) responsável por uma receita mundial de 250 milhões de dólares em 2006 – um terço do faturamento global –, apresentou nesta quarta-feira (25/04) dois modelos de impressoras digitais da linha VersaCamm, voltadas para o mercado profissional de comunicação virtual e de bureaus de impressão.

Segundo Takao Shirata, principal executivo da empresa no Brasil, o mercado nacional desse tipo de equipamento movimentou, no ano passado, entre 1.200 e 1.500 unidades. “A Roland DG vendeu 600 máquinas nesse período, o que nos coloca em uma posição de destaque”.

Shirata revela que, em termos de receita, a operação local da Roland cresceu 40% em 2006, encerrando o ano com um faturamento de 28 milhões de dólares, metade proveniente da divisão de imagens. “É um desempenho excelente, se levarmos em conta que o este é um segmento que movimenta poucos equipamentos”. Os lançamentos apresentados hoje e que foram lançados há duas semanas em Las Vegas (Estados Unidos) custam 48 mil reais (VersaCamm VP-300) e 58 mil reais (VersaCamm VP-540).

Para 2007, Shirata projeta um crescimento entre 20 a 25% em faturamento, principalmente em função de novos produtos. Segundo ele, a Roland DG deve marcar uma forte presença no segmento de impressão de fotografia digital, competindo fortemente com os chamados minilabs.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail