Roland quer avançar no segmento de impressão de foto digital

Subsidiária brasileira faturou 28 milhões de dólares em 2006, metade só com negócios de imagens digitais

https://pcworld.com.br/idgnoticia2007-04-251976240175/
Clique para copiar

Subsidiária brasileira faturou 28 milhões de dólares em 2006, metade só com negócios de imagens digitais

A Roland DG, unidade de negócios de imagens da Roland (tradicional fornecedora de instrumentos musicais eletrônicos) responsável por uma receita mundial de 250 milhões de dólares em 2006 – um terço do faturamento global –, apresentou nesta quarta-feira (25/04) dois modelos de impressoras digitais da linha VersaCamm, voltadas para o mercado profissional de comunicação virtual e de bureaus de impressão.

Segundo Takao Shirata, principal executivo da empresa no Brasil, o mercado nacional desse tipo de equipamento movimentou, no ano passado, entre 1.200 e 1.500 unidades. “A Roland DG vendeu 600 máquinas nesse período, o que nos coloca em uma posição de destaque”.

Shirata revela que, em termos de receita, a operação local da Roland cresceu 40% em 2006, encerrando o ano com um faturamento de 28 milhões de dólares, metade proveniente da divisão de imagens. “É um desempenho excelente, se levarmos em conta que o este é um segmento que movimenta poucos equipamentos”. Os lançamentos apresentados hoje e que foram lançados há duas semanas em Las Vegas (Estados Unidos) custam 48 mil reais (VersaCamm VP-300) e 58 mil reais (VersaCamm VP-540).

Para 2007, Shirata projeta um crescimento entre 20 a 25% em faturamento, principalmente em função de novos produtos. Segundo ele, a Roland DG deve marcar uma forte presença no segmento de impressão de fotografia digital, competindo fortemente com os chamados minilabs.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site