Home > Notícias

OLPC aumenta preço de noteboook de 100 dólares para 175 dólares

Grupo já tem encomenda de 2,5 milhões de unidades, mas precisa de 3 milhões de unidades até 30 de maio para manter prazo de produção

Por Ben Ames, para o IDG Now!*

27/04/2007 às 10h35

Foto:

Grupo já tem encomenda de 2,5 milhões de unidades, mas precisa de 3 milhões de unidades até 30 de maio para manter prazo de produção

A organização One Laptop Per Child (OLPC) disse na quinta-feira (27/04) que o preço do seu notebook para inclusão digital XO, conhecido como laptop de 100 dólares, será aumentando para 175 dólares, mas se mantém confiante de que receberá pedidos suficientes para começar a produção em volume em setembro.

O grupo já tem encomenda de 2,5 milhões de unidades, mas precisa de 3 milhões de unidades até 30 de maio para dar aos seus fornecedores tempo suficiente para fazer as encomendas de partes, disse o fundador da OLPC, Nicholas Negroponte, em uma reunião com analistas em Cambridge, Massachusetts.

“Estamos no estágio mais crítico da vida da OLPC”, ele afirmou. “Um ano atrás, estávamos vendendo um sonho [...]. Mas o que era um sonho agora precisa ser lançado. Precisamos de 3 milhões de unidades para acionar a cadeia de suprimento”.

A OLPC distribui 200 versões beta do seu notebook educacional para sete países que se comprometeram com encomendas, entre eles Brasil, Argentina, Uruguai, Nigéria, Líbia, Paquistão e Tailândia. O grupo também mandou cerca de 2 mil laptops para desenvolvedores de software ao redor do globo.

Negroponte não afirmou de onde os pedidos restantes podem vir, mas disse que Peru e Rússia podem entrar no grupo. Além disso, 19 Estados norte-americanos se interessam pelo projeto, o que mudou a postura do pesquisador em relação a distribuir os aparelhos no país de “nunca” para “talvez”.

Se o grupo atingir as metas de vendas, a produção estréia em setembro com 400 mil unidades fabricadas por mês, o que fará com que a fabricante dos aparelhos, Quanta Computer, produza 1 milhão de laptops até o final de 2007 e três milhões após o lançamento, disse Mary Lou Jepsen, chief technology officer (CTO) da OLPC. Com este volume, o preço deve começar a cair, disse Negroponte.

Com a proximidade do lançamento do XO, os grandes fabricantes estão inquietos, segundo Negroponte. A Microsoft anunciou pacotes de software com Windows e Office, a 3 dólares, para emplacar o Classmate PC, da Intel, nas nações em desenvolvimento, público alvo da OLPC.

“Bill Gates disse ‘Tenha um laptop de verdade’, mas quando sua casa não tem eletricidade, dois watts é um laptop bem real”, disse o pesquisador, fazendo referência à média de consumo de energia do XO.

*Ben Ames é editor do IDG News Service, em Boston.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail