Home > Notícias

Universidade desenvolve câmera de vigilância que preserva privacidade

Projeto da Universidade de Berkeley "censura" rostos de indivíduos com marcadores, como bonés, em filmagens em tempo real

Por Redação do IDG Now!*

03/05/2007 às 11h38

Foto:

Projeto da Universidade de Berkeley "censura" rostos de indivíduos com marcadores, como bonés, em filmagens em tempo real

A quantidade de câmeras às quais todos nós nos submetemos diariamente provoca discussões sobre o fim da privacidade em detrimento à alegada vigilância de bairros.

Pesquisadores da Universidade de Berkeley vêm trabalhando em um modelo de câmera de vigilância que, aliado a um algoritmo, identifica e cobre o rosto de pessoas envolvidas na gravação.

Chamada de "câmera respeitosa", a tecnologia ainda depende de sinalização externa para que o algoritmo seja ativado - por isto, testes conduzidos pelo grupo demandaram que voluntários vestissem coletes amarelos e bonés verdes.

Mesmo ainda extremamente pontual, a tecnologia foi efetiva em 93% dos que estavam com vestimentas apropriadas, cobrindo seus rostos com um grande círculo branco - pessoas sem os acessórios foram registradas normalmente.

O algoritmo, chamado de AdaBoost, procura pelo marcador em tempo real, descartando interferências de níveis de luz e posicionamento do indivíduo, e aplica a filtragem em filmagens em tempo real que podem chegar a até 30 quadros por segundo no futuro.

Atualmente, a tecnologia funciona apenas com equipamentos que produzem vídeo com taxa de 10 quadros por segundo e qualidade de 640 pixels x 480 pixels.

No documento em que propõe o projeto, o grupo de estudantes admite, porém, que, para não arriscar a própria privacidade com o sistema, o cidadão precisaria usar o marcador.

A universidade, porém, cita usos específicos em que marcadores podem ser considerados padrão, como calças e saias compridas na saída de uma igreja, por exemplo.

O grupo ainda não tem previsão para a estréia comercial da tecnologia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail