Home > Notícias

TiVo, HDTV e internet são responsáveis pela queda de audiência da TV

Cerca de 2,5 milhões telespectadores deixaram de ver os programas da ABC, CBS, NBC e Fox foi desde fevereiro de 2006

Por Mike Elgan, para a Computerworld*

14/05/2007 às 18h18

Foto:

Cerca de 2,5 milhões telespectadores deixaram de ver os programas da ABC, CBS, NBC e Fox foi desde fevereiro de 2006

Impressionantes 2,5 milhões de pessoas estão desaparecidas – pelo menos é nisso que as maiores redes de televisão dos Estados Unidos acreditam.

ABC, CBS, NBC e Fox revelaram que esse é o tamanho da queda na audiência de seus programas desde fevereiro do ano passado. Confusamente, os executivos destas redes estão tentando entender para onde todo esse pessoal foi.

Tenho uma sugestão: Culpe a tecnologia. Não, não exatamente. Acredito que três fatores são mais responsáveis pela redução de audiência dos programas do que a baixíssima qualidade dos shows.

1. Tivo

Com o programa que permite aos telespectadores gravarem os programas da TV, eles estão assistindo nos horários em que preferem. Infelizmente para as redes de televisão, os sistemas de medição de audiência estão obsoletos nessa realidade. Eles são incapazes de registrar se o telespectador usou o Tivo ou programa similar para assistir os shows. Portanto, quando subir a taxa de gravação, os números de audiência caem.

2. Televisão de Alta Definição

Televisão de alta definição é tão melhor do que a de baixa que é difícil voltar atrás depois de experimentar. Percebi que ao comprar um aparelho de alta definição, passei a assistir menos TV. Agora, evito os shows convencionais e corro atrás dos que têm alta definição. Como a maior parte das empresas ainda não migrou,  assisto menos televisão.

3. Um detalhe chamado internet

A web está ferindo a TV de duas formas diretas e uma indireta. Primeiro, é uma tela alternativa para entretenimento. Se as pessoas estão navegando, não estão assistindo TV. A forma indireta está que, na internet, temos uma liberdade de escolha que o modelo da televisão não chega minimamente perto.

Então, o que podem fazer os executivos das redes de TV?

Primeiro está em resolver a questão do TiVo. A tecnologia de DVR está atuando há anos e já passou da hora de analisar a audiência de quem assiste, mesmo que seja depois do que o momento em que a rede transmite.

Segundo, ofereça versão em alta definição de tudo o mais rápido possível.

E, terceiro, use a força da internet para melhorar a programação. As televisões têm telas maiores e som melhor do que os PCs na maioria das casas. As redes de televisão possuem altíssimos orçamentos, portanto não nos dê lixo – já temos isso online.  Produza programas melhores que realmente satisfaçam os usuários em vez de desesperadamente tentar agradar os anunciantes.

Quem está matando a TV? Você pode culpar a tecnologia. Mas, ultimamente, você precisa culpar as próprias redes de televisão pela incapacidade de se adaptar. Está na hora de acordar e entender que a tecnologia está trazendo tanto desafios quanto oportunidades. Passou do tempo de parar de correr confusamente e trabalhar com programação.

*Mike Elgan é repórter do Computerworld, em Framingham.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail