Home > Notícias

Mulheres tornam-se as usuárias mais ativas de web no Reino Unido

Pesquisa da Nielsen/NetRatings britânica revela mudança no perfil dos usuários, com predominância de mulheres entre 18 e 34 anos

Por Jonny Evans, para o IDG Now!*

18/05/2007 às 14h28

Foto:

Pesquisa da Nielsen/NetRatings britânica revela mudança no perfil dos usuários, com predominância de mulheres entre 18 e 34 anos

As mulheres se tornaram as usuárias mais ativas da internet na Inglaterra. Um estudo da Nielsen/NetRatings mostra que mulheres de idade entre 18 e 34 anos são o grupo mais ativo de usuários, cerca de 18% da população da internet.

Na verdade, essa faixa etária predomina no grupo online e somam 32% de toda a conexão britânica.

Mulheres entre 18 e 34 anos representam 21% de todo o tempo gasto em computadores por ingleses – para cada hora que uma pessoa gasta em computadores, 13 minutos são usados por mulheres desta idade.

“A internet não é mais dominada por jovens do sexo masculino”, diz Alex Burmaster, analista de internet da Nielsen/NetRastings.

“Os tempos mudaram consideravelmente e muitos vão se surpreender em ver que as mulheres entre 18 e 34 anos são agora a maioria entre os grupos online e que um quarto da população online tem pelo menos 50 anos”, relata.

Ele observa ainda que as companhias estão oferecendo serviços ou destinações online vão precisar entender as mudanças digitais no estilo de vida. “As empresas que entenderem esta composição quando proverem serviços pela web vão aumentar suas chances de sucesso na internet”, acredita.

Um em cada quatro britânicos online tem 50 anos ou mais e existem quase duas vezes mais pessoas com idade superior a essa do que com menos de 18 anos.

Os homens com mais de 50 anos são responsáveis por 15% da atividade na internet, enquanto homens com idade entre 18 e 34 anos são o terceiro maior grupo, com 14%.

“Quase não há dúvida de que nós estamos entrando em uma nova era da internet. Os resultados da pesquisa, que mostram que mulheres adultas jovens agora gastam 27% mais do total de tempo gasto em computadores na Inglaterra do que os homens, indicam como o cenário da internet está se deslocando, uma mudança que deve certamente gerar um grande impacto em toda a indústria online”, afirma.

*Jonny Evans é editor do MacWorld, em Londres.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail