Home > Notícias

Oi elimina restrição a aparelhos com o fim do bloqueio

Companhia detectou "indignação do consumidor" com bloqueio praticado, mas nega que vá desbloquear modelos da concorrência

Por Taís Fuoco, editora do Computerworld

23/05/2007 às 17h30

Foto:

Companhia detectou "indignação do consumidor" com bloqueio praticado, mas nega que vá desbloquear modelos da concorrência

A Oi, do grupo Telemar, decidiu eliminar completamente as barreiras aos aparelhos celulares adquiridos fora de suas lojas. A companhia decidiu não só passar a vender modelos sem bloqueio como a desbloquear gratuitamente os modelos de seus assinantes para que possam habilitá-los em qualquer outra companhia.

As operadoras mantêm como prática bloquear os aparelhos vendidos em sua rede credenciada para que não possam ser usados com chips de outras operadoras e também não costumam aceitar modelos sem bloqueio, que tenham sido comprados no exterior ou fora de suas redes, por exemplo.

A decisão, segundo a companhia, faz parte da estratégia da Oi de se dedicar à venda de serviços. A estratégia começou quando a companhia começou a vender apenas os chips para aqueles usuários que já tivessem um aparelho ou quisessem adquiri-lo fora da rede de varejo que atende a Oi.

Segundo João Silveira, diretor da unidade de varejo da companhia, com a decisão "a Oi antecipa um movimento o mercado, que já entende que o serviço é separado do aparelho e o serviço está no chip".

De acordo com o executivo, em uma audioconferência com os jornalistas, a Oi detectou uma "indignação do usuário com os aparelhos bloqueados", a partir de pesquisas realizadas pela companhia junto à sua base. Por isso, ela vai convocar os mais de 13 milhões de clientes para que venham desbloquear seus modelos sem nenhum custo.

Até o momento, o desbloqueio, quando solicitado pelo cliente, tinha um custo que variava conforme o modelo e a praça em que ele estava. Silveira informou que, no caso da Oi, o processo podia custar cerca de 300 reais.

Segundo comunicado distribuído à imprensa, os próximos lotes de aparelhos que chegarão em junho às lojas Oi e demais pontos de venda conterão apenas modelos não-bloqueados.  A companhia, entretanto, não vai desbloquear modelos da concorrência, como explicou Silveira.

Usuários da base atual da Oi que queiram desbloquear seus aparelhos devem ir a uma das lojas para obter informações sobre a ação. Os códigos de desbloqueio de aparelhos, segundo a companhia, são fornecidos pelas fabricantes, mas a Oi fez tal solicitação a todos os que a atendem no País.

Além de ter iniciado este ano a oferta exclusiva dos "Mobisodes", séries produzidas especificamente para download nos aparelhos da Oi, a operadora afirma que ainda este ano vai lançar a TV móvel, com conteúdos ao vivo de TV no celular.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail