Home > Notícias

Hidrolago leva o Linux para o interior da Bahia

Com o software livre, a empresa conseguiu driblar um problema comum às microempresas brasileiras: falta de recursos e de informações

Por Nando Rodrigues, da PC WORLD

28/05/2007 às 23h25

Foto:

Com o software livre, a empresa conseguiu driblar um problema comum às microempresas brasileiras: falta de recursos e de informações

empr_soft_livre70x84Para oferecer um atendimento melhor aos clientes, a Hidrolago precisava de uma rede local e de uma estação de trabalho com PDV no balcão de atendimento. Mas enfrentava um problema comum às microempresas brasileiras: falta de recursos e, principalmente, informações.

Instalada no pequeno município de Guanambi, cidade localizada a 796 quilômetros de Salvador (BA), a empresa fornece equipamentos para projetos de irrigação e instalações agrícolas e possuía apenas dois PCs – um utilizado por Cristiano Meira Magalhães,  proprietário, e outro por sua secretária – ligados entre si por uma rede ponto-a-ponto (e usando cópias não originais do Windows).

Hidrolago Magalhaes“Não estava na ilegalidade porque queria e sim por falta da informação”, explica Magalhães, lembrando que as máquinas, quando adquiridas, foram entregues com o sistema operacional instalado, mas sem o devido licenciamento. “A saída foi comprar dois PCs usados, que cabiam no orçamento”.

Mas ainda faltava resolver a legalização do software, que precisava ser compatível com o aplicativo de automação legado, escrito em Clipper para o ambiente DOS.

Por curiosidade e orientado por amigos, Magalhães começou a fazer testes com o Linux. Ele experimentou uma distribuição da Conectiva, mas os resultados não foram bons.

“Tentei o Debian, depois o Ubuntu, e os resultados começaram a surgir”. O projeto caminhou lentamente, à base de muita pesquisa na web para portar a aplicação de automação para o ambiente aberto, com um emulador DOS. De quebra, se livrou de problemas de hardware – “há mais de dois anos que os micros não dão problemas” – e de segurança.

“Antes, pelo menos uma vez por mês um dos PCs tinha de ir para manutenção por causa de vírus. Nunca mais fomos infectados”. Hoje, três dos quatro PCs da Hidrolago rodam o Linux. “Mantive uma com o Windows (original) para rodar algumas aplicações da Secretaria da Fazenda da Bahia e também aplicações bancárias.”

:: Clique aqui para baixar sete opções de softwares gratuitos para sua empresa

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail