Home > Notícias

Sistema para celulares do Japão detecta terremotos e alerta usuários

Sistema de alerta mede as ondas primárias e secundárias dos tremores e envia sinal aos usuários antes do terremoto acontecer

Por Martyn Williams, para o IDG Now!*

30/05/2007 às 15h07

Foto:

Sistema de alerta mede as ondas primárias e secundárias dos tremores e envia sinal aos usuários antes do terremoto acontecer

Em breve, os celulares no Japão irão avisar os usuários sobre um terremoto antes que ele aconteça. O aviso ocorre poucos segundos antes, tempo em que máquinas e válvulas de gás podem ser desligadas. O sistema de alerta funciona através da medição de ondas primárias e secundárias dos tremores e deve ser lançado em 2008.

As três maiores empresas de celular do país, a NTT DoCoMo, a KDDI Corp. e a Softbank Mobile Corp., planejam desenvolver uma forma de unir avisos para celulares através de um novo sistema de alerta do governo, que entrou em operação no ano passado.

Operado pela Agência Metereológica do Japão (JMA), o sistema reúne uma extensa rede de comunicação de monitores de terremotos em uma rede de alta velocidade. Os dados são enviados a diferentes usuários, incluindo estações de TV, produtores e operadoras de celular.

O sistema fornece avisos medindo as ondas primárias de um tremor, que são fracas e se movem rapidamente, para automaticamente prever quando ondas secundárias mais lentas e destrutivas chegarão a um determinado lugar. O sistema também informa a força dos tremores.

A quantia de avisos varia de poucos segundos até um minuto. As pessoas mais próximas do centro de abalo do terremoto recebem avisos mais curtos - e em alguns casos podem não recebê-los - mas os pesquisadores concordam que a possibilidade de receber avisos é melhor que não recebê-lo.

Os prédios são equipados com receptores que recebem dados do governo ou de provedores de serviços. O sistema de alarme é desenvolvido para parar automaticamente maquinários pesados ou salvar dados de computadores.

No futuro, o sistema poderá desligar válvulas de gás automaticamente. Em alguns casos, como o terremoto que atingiu Kobe em 1995, mais pessoas morreram por culpa de incêndios do que pelo terremoto em si.

As empresas de celular esperam ter um sistema lançado em 2008.

*Martyn Williams é editor do IDG News Service em Tóquio

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail