Home > Notícias

Google é a pior empresa em proteção à privacidade na web

Privacy International lista conduta de 23 empresas de internet quanto à privacidade e classifica o gigante das buscas como a pior

Por Sumner Lemon, para o IDG Now!*

11/06/2007 às 12h02

Foto:

Privacy International lista conduta de 23 empresas de internet quanto à privacidade e classifica o gigante das buscas como a pior

Quando se trata de proteção à privacidade na web, o Google é o pior colocado, segundo um estudo divulgado pela organização Privacy International (Privacidade Internacional).

O resultado é baseado em seis meses de pesquisa com 23 empresas de internet. O Google foi considerada a pior delas no quesito privacidade, praticando “monitoramento abrangente do consumidor e forte hostilidade à privacidade”.

Outras empresas, como Yahoo! e Microsoft, ficaram ligeiramente melhor posicionadas no ranking. Como razões para a classificação do Google, a organização cita a imensa quantidade de dados coletados pela empresa e a falta de controles de privacidade.

A situação do gigante das buscas ficou ainda mais delicada após o diretor da Privacy International, Simon Davies, ter enviado uma carta aberta ao CEO do Google, Eric Schmidt, acusando a companhia de iniciar uma campanha para atacar os critérios da pesquisa.

Segudo Davies, dois jornalistas europeus disseram separadamente que representantes do Google os contatou para dizer que a organização tem interesses próprios ao denegrir a imagem da companhia, já que um dos 70 participantes do conselho da entidade está atualmente empregado na Microsoft.

Davies rejeitou os argumentos, listando cinco ações importantes do grupo contra a Microsoft, incluindo o apoio à investigação antitruste da Comissão Européia contra a empresa de Bill Gates.

*Sumner Lemon é editor do IDG News Service, em Cingapura, e Steven Schwankert é editor do IDG News Service, em Cingapura.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail