Home > Notícias

Antivírus tradicionais são inconsistentes e incompletos, diz estudo

Ainda que as soluções AV não tenham morrido, elas poderiam se apoiar em novas camadas para garantir mais segurança

Por Network World para o Computerworld

11/06/2007 às 11h51

Foto:

Ainda que as soluções AV não tenham morrido, elas poderiam se apoiar em novas camadas para garantir mais segurança

De acordo com estudo publicado pela Universidade de Michigan e pela empresa de segurança de redes Arbor, soluções antivírus são no máximo inconsistentes quando trata-se de se identificar ataques como worms, phishing ou redes zumbis. O relatório (em inglês) é chamado Classificação automática e analise de malware na internet.

”Usando uma grande e nova amostra de malware que ataca de diversas formas (como spyware, worms e spam, por exemplo), mostramos que a descoberta entre diferentes produtos AV é inconsistente e, em relação aos malware, é incompleta, além de falhar em ser concisa em sua semântica”, diz o relatório. Em outras palavras, as técnicas de antivírus falharam em detectar ou dar rótulos entre 20% a 62% das 3,7 mil amostras de malware.

Os pesquisadores argumentam que uma nova técnica de classificação é demandada, que use “o comportamento do malware em termos de mudanças no sistema”. O levantamento afirma que, ao utilizar uma nova metodologia para classificar os malwares, é possível cuidar do crescente volume e diversidade de pragas na internet.

*Equipe Network World, de São Francico (EUA)

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail