Home > Notícias

Adobe lança beta das ferramentas Apollo e Flex para internet rica

Junto ao ambiente de desenvolvimento Flex 3, o AIR permitirá que desenvolvedores e designers se unam para criar aplicações da web

Por Elizabeth Montalbano, para o IDG Now!*

12/06/2007 às 10h16

Foto:

Junto ao ambiente de desenvolvimento Flex 3, o AIR permitirá que desenvolvedores e designers se unam para criar aplicações da web

A Adobe Systems anunciou nesta segunda-feira (11/06) a versão beta do Apollo runtime aplication para permitir que desenvolvedores construam aplicações de 'internet rica' (Rich Internet Applications - RIAs) que rodem no desktop, bem como a plataforma Flex 3, para o desenvolvimento de RIAs voltadas à web.

O termo runtime corresponde ao tempo de execução de um programa de computador e à otimização deste tempo enquanto determinado aplicativo é rodado.

Tanto os betas públicos quanto os kits de desenvolvimento de softwares (SDKs) para o AIR e o Flex 3 marcam a primeira vez que a Adobe lança simultaneamente seu modelo de programação e runtime para construir aplicações de RIA que podem rodar tanto na web quanto no desktop, de acordo com a vice-presidente de administração de produtos e desenvolvedora de relações da Adobe, Michele Turner.

O Flex e o AIR foram desenvolvidos para unir desenvolvedores que escrevem códigos e designers que utilizam ferramentas como o Adobe Dreamweaver e Flash para construir aplicações de internet que possuem capacidades multimídia mais incrementadas.

O Adobe AIR (do inglês Adobe Integrated Runtime) permite que os desenvolvedores utilizem as aplicações construídas em Flash, HTML, AJAX e outras linguagens da web, e as criam para rodar localmente no desktop de um usuário. Flex é o ambiente de desenvolvimento que pode ser utilizado para construir aplicações para o AIR.

Os desenvolvedores podem utilizar o Flex Builder para transferir aplicações da web no runtime AIR, que deve ser instalado no desktop ou incluso diretamente na aplicação para permitir que ela rode localmente, parecido com a forma que o Flash Player roda as aplicações Flash no navegador.

As novas características do AIR, encontradas na versão beta, são suporte para HTML, Ajax e Javascript, assim como a integração de PDFs em aplicações AIR. O beta também se integra ao Dreamweaver.

As novas características da versão beta do Flex 3 incluem maior integração com o pacote de ferramentas da Adobe, o Creative Suite. A versão de testes do Flex 3 também inclui uma nova ferramenta, que analisa o desempenho de uma aplicação enquanto está sendo construída e permite que desenvolvedores saibam onde há um problema e o resolvam.

Além disso, a Adobe reduziu o tamanho dos arquivos criados com o Flex 3 para que qualquer aplicação utilizando a ferramenta rode com maior velocidade em relação ao Flex 2.

Os downloads dos betas do AIR e Flex 3 podem ser feitos através do site da Adobe.

*Elizabeth Montalbano é editora do IDG News Service em Nova York

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail