Home > Notícias

China bloqueia imagens do site de compartilhamento de fotos Flickr

Empresa investiga censura, adotada provavelmente devido a imagens consideradas controversas

Por Juan Carlos Perez, para o IDG Now!*

12/06/2007 às 13h55

Foto:

Empresa investiga censura, adotada provavelmente devido a imagens consideradas controversas

O site de compartilhamento de imagens Flickr descobriu que a China está bloqueando as imagens de seu serviço. A censura provavelmente foi implementada na última quinta-feira (07/05). A empresa declarou, nesta segunda-feira (11/05), estar investigando o caso.

A equipe do Flickr, serviço do Yahoo, eliminou todas as possibilidades de que o problema possa ser técnico. O site está em contato com Hong Kong e China através do Yahoo Hong Kong e do Alibaba.com. “Estamos buscando formas de impedir o bloqueio”, declarou o co-fundador e gerente geral do Flickr, Stewart Butterfield.

O diretor está confiante de que a situação será temporária, porque o site em si pode ser acessado na China, mas sem as imagens. “Se fosse algo sério ou permanente, eles censurariam todo o site, não apenas as imagens”, completou.

Butterfield deduz que o motivo para o bloqueio é a descoberta de imagens controversas pelo governo chinês. E o jeito mais fácil de elas não serem vistas seria impedindo a visualização de todas as imagens do site.

O Yahoo e outras empresas como o Google tem sido criticados por censurarem seus próprios resultados de pesquisas para permanecer ao lado do governo chinês. O Yahoo decidiu entregar as informações de seus membros de serviços de e-mail e outras atividades à China.

A questão da censura será apresentada nesta terça-feira (12/05) no encontro anual de acionistas do Yahoo. Eles votarão na proposta da New York City Pension Funds, que pediu que a empresa adotasse políticas de proteção à liberdade de acesso à internet ao redor do mundo.

O Yahoo pediu a U.S. Securities and Exchange Comission que a proposta seja excluída do estatuto dos acionistas, mas a agência negou o pedido.

A definição proposta pelo The New York City Pension Funds ao Yahoo foi similar no encontro de acionistas do Google, ocorrido em maio. A organização também fez um pedido parecido para o encontro de acionistas da Microsoft, que ocorrerá ainda este ano.

*Juan Carlos Perez é editor do IDG News Service em Miami

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail