Home > Notícias

Globo, Terra e iG são parceiros da versão brasileira do YouTube

Vídeos do seriado Malhação, da TV Globo, já estão disponíveis no YouTube brasileiro anunciado nesta terça-feira (19/06)

Por Daniela Moreira, repórter do IDG Now!

19/06/2007 às 15h55

Foto:

Vídeos do seriado Malhação, da TV Globo, já estão disponíveis no YouTube brasileiro anunciado nesta terça-feira (19/06)

A versão brasileira da comunidade de vídeos YouTube, anunciada pelo Google, nesta terça-feira (19/06) já entra no ar com o suporte de parceiros como Rede Globo, Terra e iG.

Na comunidade de vídeos, o internauta já pode encontrar cenas do seriado Malhação, em uma página especial da série no YouTube.

Conforme noticiou o blog Futuro.vc, os portais iG e Terra também são parceiros locais do YouTube. De acordo com Alexandre Hohagen, diretor geral do Google no Brasil, as parcerias devem ser estendidas a outros provedores de conteúdo locais.

"É um momento que tem um valor muito importante para a internet, pois a maior rede de TV do País está levando seu conteúdo para a web", afirmou o executivo. De acordo com ele, o acordo não envolve um modelo comercial, por enquanto.

Questionado se a parceria com os provedores locais implicaria em uma proteção maior à propriedade intelectual, Hohagen afirmou que os parceiros não terão acesso a nenhuma ferramenta privilegiada para reportar ou remover conteúdos.

Ele ressaltou, no entanto, a eficácia das tecnologias de proteção, como o recurso "fingerprint", que mapeia a impressão digital dos vídeos protegidos por direito autoral e impede que eles sejam publicados no site.

"Esta manhã mesmo reportei um vídeo como impróprio e ele foi tirado do ar em 3 minutos", assegura o diretor. As ações de grandes empresas de conteúdo nos Estados Unidos contra o YouTube levantam preocupações quanto à habilidade do site de evitar a propagação ilegal de conteúdos proprietários na plataforma.

Além da versão para o Brasil, hoje o Google também anunciou versões localizadas do serviço para França, Irlanda, Itália, Japão, Holanda, Polônia, Espanha e Reino Unido.

Por enquanto, os sites localizados utilizam a mesma base que o norte-americano, mas a idéia é personalizar os acervos para cada país.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail