Home > Notícias

Epidemia de spam atinge 5 bilhões de vítimas e interfere na bolsa

Spammers promoveram uma das dez maiores explosões de e-mails do ano para valorizar ações de uma empresa alemã e vendê-las depois

Por Cara Garretson, para o IDG Now!*

21/06/2007 às 11h41

Foto:

Spammers promoveram uma das dez maiores explosões de e-mails do ano para valorizar ações de uma empresa alemã e vendê-las depois

Uma grande epidemia de spam atingiu a internet na quarta-feira (20/06) levando a ação que estava promovendo saltar significativamente em volume de negociação na bolsa, disse a empresa de segurança IronPort.

A explosão de e-mails, que está entre as dez maiores do ano, representa 8% de todo o spam enviado no dia anterior - 5 bilhões de mensagens - e foi criada para convencer os destinatários a comprarem ações de uma empresa alemã. A negociação destas ações aumentou 20% em volume, segundo a IronPort, em virtude do spam.

Esta técnica é conhecida como uso do spam para aumentar ou diminuir o valor de um papel na bolsa. O spammer convence os destinatários a comprarem as ações para elevar o preço delas na bolsa e então vende os seus papéis, auferindo lucro.

O spam para a ação da empresa alemã foi astutamente desenhado, segundo a IronPort, usando um PDF com aparência bastante profissional anexado à mensagem, fazendo com que ela se parecesse com uma newsletter de investimento.

Segundo a empresa de segurança, essa é a primeira vez que se vê o uso de PDF para tentar enganar os usuários. Ultimamente, os spammers vêm usando imagens - como JPG - dentro do spam para enganar os filtros.

*Cara Garretson é repórter do Network World, em Framingham.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail