Home > Notícias

Pesquisa associa sucesso do e-commerce à sociabilidade do brasileiro

Varejistas virtuais devem atender peculiaridades do brasileiro, que confia mais na mídia que nos governantes, diz eMarketer

Por Redação do Computerworld

22/06/2007 às 10h14

Foto:

Varejistas virtuais devem atender peculiaridades do brasileiro, que confia mais na mídia que nos governantes, diz eMarketer

Um estudo divulgado hoje pelo eMarketer chama a atenção dos varejistas brasileiros para o sucesso do comércio eletrônico no País. Segundo o estudo, boa parte desse sucesso se deve à sociabilidade da população e ao fato de que o brasileiro - assim como o nigeriano, indiano e russo - confia mais em veículos de mídia, como a internet, que nos governantes.

A pesquisa Globescan, por exemplo, de maio do ano passado, mostrou que no Brasil 45% da população confia muito nos veículos de mídia, ao passo que 30% têm a mesma opinião sobre os governantes.

"Como em todo lugar, a questão da confiança na internet está altamente ligada ao sucesso ou fracasso da estratégia de comércio eletrônico", afirma a pesquisa do eMarketer.

Segundo o documento, divulgado à imprensa, essa questão é ainda mais crítica no Brasil por uma característica peculiar da sociedade, que é baseada na idéia de que "a posição social é resultado direto dos amigos que se tenha", segundo o instituto.

"Alguns analistas chegam a dizer que o brasileiro não concebe um relacionamento que não esteja baseado na amizade", segundo o documento. Ainda que isso possa ser visto como algo antiquado em algo tão recente como a internet, o eMarketer alerta os varejistas virtuais para que mantenham em mente uma máxima que creditam ao brasileiro: "mais vale ter amigos na praça que dinheiro em caixa".

O brasileiro gastou 13,3 bilhões de reais na internet em 2006, segundo dados da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico citados pelo eMarketer. A previsão para este ano é que o montante atinja 17,4 bilhões de reais.

Dados do e-bit também apontados no estudo mostram que o número de brasileiros que compram na internet deve saltar de 7 milhões em 2006 para 9,8 milhões este ano, um aumento de 40%.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail