Home > Notícias

Chip para desktop com 64 processadores paralelos é testado

Protótipo faz cálculos com velocidade 100 vezes maior que a dos atuais desktops, graças ao desempenho de tarefas simultâneas

Por Redação do IDG Now!

26/06/2007 às 17h12

Foto:

Protótipo faz cálculos com velocidade 100 vezes maior que a dos atuais desktops, graças ao desempenho de tarefas simultâneas

A próxima geração de desktops será capaz de fazer cálculos com velocidade até 100 vezes maior que a dos atuais, graças a uma tecnologia que permite o processamento paralelo em um único chip. Um protótipo do chip já foi desenvolvido por pesquisadores da Escola de Engenharia James Clark da University of Maryland, nos Estados Unidos.

O processamento paralelo permite que o computador desempenhe muitas tarefas simultaneamente, características que grande parte dos desktops atuais não possuem.

O protótipo desenvolvido pelo professor do departamento de engenharia do Institute for Advanced Computer Studies da universidade, Uzi Vishkin, utiliza uma única placa de circuito na qual foram montados 64 processadores paralelos.

O processamento paralelo baseado em vários chips interconectados tem sido utilizado há anos para criar supercomputadores. Contudo, a aplicação em desktops é um desafio, graças a diversas complexidades de programação. O que a equipe fez foi encontrar uma forma de utilizar uma única tecnologia de processamento paralelo de chips para endereçar esta questão.

Vishkin compara a tecnologia à limpeza de uma casa. Os sistemas atuais correspondem a uma pessoa que leva cinco horas para limpar o local, executando uma tarefa após a outra. No processamento paralelo, é como se existissem 100 pessoas limpando o local ao mesmo tempo.

No futuro, este dispositivo incluirá mil processadores em um chip do tamanho de uma unha, sendo utilizado principalmente nos órgãos de governo e grupos industriais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail