Home > Notícias

Venda de computadores deve crescer 11% em 2007

Países emergentes e notebooks devem alavancar o setor; Gartner diz que o Vista não conseguiu impulsionar o mercado

Daniel dos Santos

27/06/2007 às 19h09

Foto:

Atualizada às 19h37

Países emergentes e notebooks devem alavancar o setor; Gartner diz que o Vista não conseguiu impulsionar o mercado

Desktop destaqueAs vendas de computadores devem atingir 257 milhões de unidades em 2007, segundo um estudo que acaba de ser divulgado pelo Gartner.  O resultado representa crescimento de 11,1%. De acordo com o instituto, grande parte do crescimento se deve às vendas nos chamados mercados emergentes (leia-se países como Brasil, China, Rússia e Índia, entre outros) e ao setor de notebooks.

O instituto aponta que os países emergente serão responsáveis por cerca de 128 milhões de novos computadores nos próximos dois anos (77 milhões de desktops e 51 milhões de notebooks), o que representará 25% de todos os computadores previstos para serem vendidos em 2007 e 2008.

Segundo George Shiffler, diretor de pesquisas do Gartner, o lançamento do Windows Vista em janeiro não surtiu o efeito esperado. “Até agora, ele falhou em estimular o mercado, ao contrário do que muitos esperavam”, explica o executivo. “Nossos números de mercado mostram que o Vista teve um impacto muito limitado na demanda por PCs”, completa.

No mercado de notebooks, as vendas serão de 103,2 milhões de unidades, crescimento de 27,1% em relação a 2006. “O setor de portáteis é o principal responsável pelo crescimento nas vendas de PCs, impulsionado pela disseminação do acesso wireless”, explica Mikako Kitagawa, analista da área de computadores móveis do Gartner. Já o número de desktops aumentará apenas 2,4%, com 153,9 milhões de unidades.

O Gartner ainda não fechou os números referentes ao primeiro semestre (afinal, junho ainda não acabou) mas, questionado por PC WORLD, Shiffler afirma que a previsão é de crescimento de 10,3% no período, com 119,6 milhões de computadores comercializados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail