Home > Notícias

Ladrões de números de cartão de crédito ‘doam’ dinheiro à caridade

Estratégia dos criminosos digitais é feita para garantir a validade do cartão sem chamar atenção das autoridades

Por Tim Greene, para o Computerworld*

09/07/2007 às 16h16

Foto:

Estratégia dos criminosos digitais é feita para garantir a validade do cartão sem chamar atenção das autoridades

A Symantec informa que muitos cartões de crédito roubados têm sido utilizados para realizar doações para caridade. Caso a doação se confirme, os criminosos digitais garantem que estes números são legítimos e podem usá-los para realizar outras operações menos dignas e sem chamar a atenção das autoridades.

As doações são realizadas com pequenos montantes, evitando que os times de segurança das empresas de cartão de crédito notem que a transação foge da rotina do dono real do cartão.

A Symantec especula que as tecnologias de monitoramento de comportamento são menos suscetíveis a contatar os clientes se a transação for pequena.

Segundo Zulfikar Ramzan, pesquisador da empresa, foi possível notar essa tendência ao participar das salas de chat em que se negociam os números de cartões.

Um cartão de crédito norte-americano é vendido por preços que variam de 1 dólar até 6 dólares, enquanto os cartões do Reino Unido têm preço variando de 2 dólares até 12 dólares.

“Tem um ponto positivo: pelo menos parte do dinheiro roubado está indo para uma boa causa”, ironiza Yazan Gable, no blog da Symantec.

*Tim Greene é editor do Network World em Framingham

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail