Home > Notícias

Sistema de detecção de dados do FBI vai além dos terroristas

De acordo com Departamento de Justiça americano, governo Bush usa técnicas para investigar até informações pessoais dos cidadãos

Por Jaikumar Vijayan, para o Computerworld*

13/07/2007 às 16h26

Foto:

De acordo com Departamento de Justiça americano, governo Bush usa técnicas para investigar até informações pessoais dos cidadãos

O FBI está usando sistemas de data mining para rastrear qualquer potencial terrorista em território americano e mesmo indivíduos que tenham queixas contra seguro de automóveis, de acordo com o Departamento de Justiça americano (DOJ), em um relatório enviado ao Congresso nesta semana.

O documento do DOJ detalha seis iniciativas baseadas em sistemas de data mining em uso ou nos planos do departamento. "Cada uma dessas iniciativas é extremamente valiosa para os investigadores, o que permite que eles analisem e processem de forma legal as informações obtidas de forma a detectar potenciais atividades criminais e destinar os recursos adequadamente", disse um porta-voz do DOJ, em uma declaração por e-mail.

Em um comunicado, o senador democrata Patrick Leahy afirmou que o relatório tinha quatro meses de atraso e trazia mais questionamentos que respostas. O relatório "demonstra quão dramaticamente a administração Bush expandiu o uso da tecnologia da data mining, algumas vezes de forma sigilosa, para coletar e filtrar as mais sensíveis e pessoais informações dos americanos", disse.

Ao mesmo tempo, o relatório fornece "uma importante e rara radiografia das atividades do departamento de data mining", complementa o senador. Isso pdoerá dar ao Congreso uma forma de conduzir uma "vigilância significativa", disse ele.

As seis iniciativas de data mining listadas no relatório do DOJ são:

- Um programa que será proximamente lançado, chamado System to Assess Risk, designado para ajudar os analistas do FBI a centrar esforços nos indivíduos que tenham posturas suspeitas de terrorismo. De acordo com o DOJ, o programa não vai taxar ninguém de terrorista, mas a idéia é que ele ajude o FBI a economizar tempo na identificação dos suspeitos.

- Um projeto de detecção inteligente de roubo de indentidade que examina as queixas dos consumidores para criar padrões e tendências nesse tipo de crime.

- Uma iniciativa que existe desde 1999 com a qual o FBI examina as gravações públicas das transações governamentais para identificar as potencialmente fraudulentas.

Os demais três programas incluem a identificação de fraudes em vendas de fármacos na internet, fraudes em seguro de automóveis e crimes relacionados a planos de saúde.   

"Em todos os casos, o cuidado adequado tem sido tomado para garantir o direito à privacidade e a proteção às liberdades civis", diz o relatório do DOJ.

"Cada iniciativa é designada para suplementar, e não substituir, os métodos de investigação tradicionais. Nenhuma ação é tomada com base somente na análise das informações dos data mining", diz o DOJ.

Segundo ele, os resultados gerados pela coleta de dados são usados somente como "referências" que são depois investigadas para determinar se existe a necessidade de uma ação posterior.

*Jaikumar Vijayan é editor do Computerworld em Framingham

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail