Home > Notícias

Comunidades na internet se mobilizam após acidente do vôo 3054

Enquanto usuários da Wikipedia completam tabela com dados das 186 vítimas que estavam no vôo da TAM, Orkut lista perfis das vítimas

Por Redação do IDG Now!

18/07/2007 às 15h25

Foto:

Enquanto usuários da Wikipedia completam tabela com dados das 186 vítimas que estavam no vôo da TAM, Orkut lista perfis das vítimas

Desde a madrugada desta quarta-feira (18/07), usuários da enciclopédia digital Wikipedia estão montando uma tabela que detalha origens e ocupações dos 186 passageiros a bordo do vôo 3054 da TAM, que caiu no final da noite desta quarta-feira.

Na página da Wikipedia, chamada de "Lista de mortos do Vôo TAM 3054", a comunidade usa como base a lista de passageiros divulgada pela companhia aérea para complementar a relação de cada um dos passageiros com o vôo, idade, naturalidade e profissão.

Como as informações divulgadas pela comunidade se baseiam em resultados de buscas e perfis em redes sociais, como o Orkut, alguns dados ainda apresentam inexatidões, como homônimos ou erros pontuais quanto a cargos, devido também ao ritmo de atualização.

Em pouco mais de quatro horas, o número de passageiros identificados ou que tiveram qualquer informação pessoal publicada pulou de seis para mais de noventa.

Entre as inexatidões está o caso de Esio Freitas, apontado como gerente de tecnologia do complexo Riocentro, no Rio de Janeiro.

Procurada pela redação da ComputerWorld, a assessoria do RioCentro confirmou que se trata de um homônimo e que o executivo está nos Jogos Panamericanos, na capital fluminense.

A comunidade do serviço Flickr também respondeu ao acidente publicando conteúdo específico - no caso, fotografias do acidente aéreo -, como é o caso da usuária Nana-chan, que publicou um álbum com 19 fotos a partir de sua janela, e de Bruno Guerreiro, com uma foto tirada da cena do acidente.

Rede social
A rede social Orkut, do Google, também é palco de comunidades, algumas criadas minutos após o acidente ser confirmado, em que internautas se articulam para trocar informações sobre o acidente e vítimas ou prestar luto.

Até o momento, 16 comunidades sobre o acidente foram criadas. A maior delas, chamada de “Luto e Solidariedade - Vôo 3054”, possuía 3.611 membros até o meio-dia desta quarta, com taxa de crescimento de dez usuários por minuto.

Já a comunidade “Profiles de Gente Morta”, especializada em linkar perfis de usuários da rede que faleceram, está organizando uma lista com os passageiros do vôo 3054 da TAM. Mais de 30 perfis já foram adicionados à lista.

Nas comunidades é possível encontrar comentários contendo informações sobre a vida das vítimas, descrições do acidente e até enquetes sobre a segurança no transporte aéreo brasileiro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail