Home > Notícias

Google afirma que cookies para usuários irão durar dois anos

Empresa afirma que vai usar cookies com período de validade de dois anos para usuários que não retornarem ao buscador

Por Linda Rosencrance, para o Computerworld*

18/07/2007 às 10h42

Foto:

Empresa afirma que vai usar cookies com período de validade de dois anos para usuários que não retornarem ao buscador

O Google afirmou em seu blog que vai começar a utilizar cookies que vencem depois de dois anos que o usuário não retornar ao site de pesquisa. No entanto, aqueles que continuarem a usar o site terá renovação automática.

“Os usuários regulares do Google terão seus cookies renovados automaticamente, assim suas preferências não serão perdidas”, disse Peter Fleischer, conselheiro de privacidade da empresa. “E, como sempre, os usuários vão ser capazes de controlar os cookies via os navegadores”, completa. Ele não especificou a data de lançamento dos novos cookies, dizendo que começam a usar “nos próximos meses”.

Fleischer afirma que a decisão do Google aconteceu depois de ouvirem seus usuários e defensores da privacidade online. Mas pelo menos um defensor acredita mais poderia ser feito.

“O Google está prestando atenção na questão da validade do cookie, mas de forma prática acredito que isso terá um impacto pequeno”, disse Marc Rotenberg, diretor do Centro de Informação sobre Privacidade Eletrônica. “Os usuários ainda sabem pouco sobre como o Google coleta informações, quais dados são colotados e qual é o uso disso. E, claro, qualquer um que retornar ao site no prazo de dois ano – o cookie será renovado. Acredito que dois dias em vez de dois anos seria um prazo adequado para um cookie de pesquisa”.

Em seu blog, Fleischer disse que o Google está comprometido em melhorar suas práticas de privacidade e que, recentemente, passou a prestar mais atenção em temas como privacidade do cookie por ser um problema para clientes e servidores. Mês passado, a empresa anunciou que vai fazer os dados armazenados sobre usuários finais anônimos após 18 meses.

“Esses passos juntos – deixar os logs anônimos e a redução da vida do cookie – são parte do plano de inovação contínua em privacidade e para proteger nossos usuários”, completa Fleischer.

*Linda Rosencrance é editora do Computerworld em Framingham

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail