Home > Notícias

Intel escolhe fabricantes para produzir o Classmate PC na Índia

HCL Infosystems, Wipro e Zenith Computers começam a entregar o PC exclusivamente a instituições de ensino indianas em agosto

Por John Ribeiro, para o Computerworld*

23/07/2007 às 14h00

Foto:

HCL Infosystems, Wipro e Zenith Computers começam a entregar o PC exclusivamente a instituições de ensino indianas em agosto

A Intel escolheu três fabricantes de PCs da Índia para produzirem o Classmate PC, seu modelo de notebook educacional. As três companhias - HCL Infosystems Ltd., Wipro Ltd., and Zenith Computers Ltd. - começam a entregar o produto para as escolas indianas no próximo mês.

O Classmate PC será vendido exclusivamente para as instituições de ensino, e não para canais de varejo, como explicou o diretor de marketing da Intel para Ásia, John McClure.

O equipamento foi especialmente designado para trabalhar em um ambiente de rede entre salas de aula e é equipado com softwares e características que dão aos professores controle sobre a disseminação do conteúdo aos estudantes, disse o executivo.

O Classmate PC não tem, por exemplo, disco rígido. No lugar disso, ele contém até 2 GB de memória flash NAND. Boa parte do conteúdo ficará hospedado no PC do professor, como explicou McClure.

Os parceiros de fabricação da Intel vão atuar em parceria com os fornecedores de conteúdo e integradores para adequar os equipamentos à programação didática de cada escola.

O notebook, que pode rodar Linux e Windows, tem um processador Intel Celeron de 900 MHz e conectividade via WiFi ou rede Ethernet. Ele também tem uma tela de cristal líquido de sete polegadas. Ele pesa menos de 1,45 quilo e tem bateria de lítio que promete de três a quatro horas de uso ininterrupto.

O preço do produto será de cerca de 450 dólares, sem o custo da conexão, um preço considerado alto para os padrões indianos, o que vai fazer com que a Intel comercialize o produto primeiro em escolas privadas.

O Classmate também participa de testes na Nigéria e no Brasil, onde o governo pretende fazer uma licitação para adquirir 150 mil notebooks educacionais para o próximo ano letivo.

A companhia americana pretende lançar novos modelos do notebook até o início do próximo ano, quando vai incluir modificações como a implantação do disco rígido, de acordo com McClure.

Além do custo, a Intel ainda não irá destinar o Classmate às escolas públicas da Índia porque muitas ainda não deram início ao uso da tecnologia. Por isso, ela está doando cerca de 10 mil PCs para aquelas instituições de ensino entre três e cinco anos, além de treinar professores no uso de computadores.

A Intel anunciou no início deste mês que se uniu ao programa One Laptop Per Child (OLPC), idealizado pelo pesquisador Nicholas Negroponte, cujo objetivo é informatizar cada aluno de escola pública em países em desenvolvimento.

Na Índia, no entanto, o programa OLPC não foi adotado pelo governo, entre outras razões, porque ele não permite controle do conteúdo pelos professores.

*John Ribeiro é editor do IDG News Service em Bangalore

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail