Home > Notícias

Após infecção, malware deleta todas as canções em MP3 no PC da vítima

W32.Deletemusic apaga todas as músicas do PC do usuário, o que, mesmo com seu baixo risco, pode trazer surpresas desagradáveis para vítima

Por Jeremy Kirk, para o IDG Now!*

02/08/2007 às 11h42

Foto:

W32.Deletemusic apaga todas as músicas do PC do usuário, o que, mesmo com seu baixo risco, pode trazer surpresas desagradáveis para vítima

Analistas de segurança descobriram um worm que pode ser o malware dos sonhos da indústria fonográfica: a praga descobre e deleta todos os MP3 dentro do PC infectado.

Empresas de segurança afirmam que o worm é de baixo risco, mesmo que sua incomum conseqüência possa surpreender os fãs de música. A motivação dos crackers que criaram o malware é incerta.

"Os autores deste worm parecem ser mais adolescentes do que gangues criminosas que normalmente produzem os malwares atualmente para roubar dinheiro", afirma Graham Cluley, consultor sênior de tecnologia da consultoria Sophos.

"Como tal, não é algo que perderíamos nosso sono por, mas existem algumas lições que podemos reiterar para minimizar as chances de infecção", afirmou ele.

O worm se espalha por pen drives, o que indica uma provável tentativa dos autores enganarem filtros de e-mails e gateways online que bloqueiam malwares, afirmou Cluley.

A Symantec, que chama o worm de W32.Deletemusic, afirma em alerta que o malware se copia em todos os drives do PC e também cria um arquivo autorun que é acionado sempre que alguém acessa o drive.

O worm afeta PCs rodando o sistema operacional Windows, segundo a Symantec, e usuários podem desabilitar a função autorun para que programas não sejam carregados automaticamente na inserção de CDs ou drives USB.

*Jeremy Kirk é editor do IDG News Service, em Londres

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail