Home > Notícias

Wikipedia acusa Baidu de ser violador de seus direitos autorais

Buscador líder no mercado chinês copia artigos na íntegra da Wikipedia sem citar fonte para enciclopédia própria, acusa Wikimedia Foundation

Por Dan Nystedt, para o IDG Now!*

06/08/2007 às 14h30

Foto:

Buscador líder no mercado chinês copia artigos na íntegra da Wikipedia sem citar fonte para enciclopédia própria, acusa Wikimedia Foundation

O Baidu.com, que opera o sistema de busca mais popular da China, é o pior violador de direitos autorais da Wikipedia, acusou Florence Nibart-Devouard, presidente do conselho da Wikimedia Foundation, responsável pela popular enciclopédia online.

Junto à acusação, feita neste domingo (05/08), a fundação também pediu novamente ao Baidu que dê os créditos devidos quando há necessidade.

A Wikimedia Foundation não tem planos de levar o Baidu aos tribunais, já que nunca processou nenhum violador de direitos autorais, mas está levando a discussão para a esfera pública para que o buscador chinês cumpra a licença ao atribuir aos verbetes da Wikipedia o conteúdo copiado no Baidu Baike, enciclopédia online do buscador.

Outros rivais do Baidu Baike também exigiram que o serviço cumprisse acordos de direitos autorais. O Hoodong.com, que desenvolve softwares de colaboração em chinês e opera sua própria enciclopédia online na China, vem monitorando o serviço, disse seu fundador, Pan Haidong, e começou a coletar provas de violações.

O Baidu não foi encontrado para comentar as acusações.

Editores da Wikipedia já entraram em contato com os responsáveis pelo buscador enviando cartas sobre os direitos autorais da enciclopédia, mas os pedidos foram ignorados.

Isto é um problema para a Wikipedia já que a Baidu Baike é maior enciclopédia online em chinês do mundo, perdendo apenas, em número total, para a versão em inglês da Wikipedia.

Nibart-Devouard também afirmou que é difícil competir contra o Baidu Baike frente às restritivas leis de censura na China. As versões em chinês e inglês da Wikipedia vêm sendo bloqueadas na China sem notificação ou explicação. "Já que estamos bloqueados na China, a Wikipedia existe apenas em outros sites que não os nossos", acusa ela.

O Baidu Baike tem os mesmos problemas com as restrições de conteúdo, mas opera de tal maneira para evitar problemas com autoridades chinesas. Qualquer um que queira publicar conteúdo no serviço deve se registrar, dando dados reais, e administradores do site revisam todas as informações antes da publicação.

Todas as entradas da Wikipedia têm uma licença GNU Free Documentation, que permite que outras organizações usem o material, incluindo para publicação sem fins lucrativos. O uso de textos na íntegra ou em sites mirror, contudo, exigem que o material tenha devidos créditos.

Para avançar nesta questão, a Wikimedia Foundation anunciou a criação de um escritório na China para monitorar de perto o trabalho do Baidu Baike, apontando violações de conteúdo da Wikipedia.

A fundação, no entanto, admitiu que não pretende resolver a questão por meios legais, já que não detém o direito autoral dos artigos. "Com isto, existe muito pouco que podemos fazer", admite Nibart-Devouard.

*Dan Nystedt é editor do IDG News Service, em Taipei.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail