Home > Notícias

Conexão à web de baixo preço começa a valer em todo o País

Operadoras acertaram com o ministro das Comunicações e a Anatel subsídio que garante conexão à internet por R$ 7,50 mensais

Por Tais Fuoco, editora do Computerworld

06/08/2007 às 11h10

Foto:

Operadoras acertaram com o ministro das Comunicações e a Anatel subsídio que garante conexão à internet por R$ 7,50 mensais

Começa a valer a partir desta sexta-feira (03/08), em todo o Brasil, a conexão à internet a preços subsidiados pelas concessionárias em todo o País. A conexão a 7,50 reais mensais faz parte do programa Computador para Todos, lançado em 2005, mas só agora se torna realidade.

O nome do programa, inclusive, era inicialmente PC Conectado, mas, diante da dificuldade em viabilizar a conexão das máquinas - que tiveram incentivos como isenção de PIS/Cofins e financiamento com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) - passou a ser chamado no governo de Computador para Todos.

Em maio deste ano, o ministério conseguiu chegar a um consenso com as concessionárias de telefonia fixa Brasil Telecom, Oi, Telefônica, Sercomtel e CTBC, que vão subisidiar a conexão em banda estreita de seus assinantes.

O projeto teve de ser, em seguida, formatado e encaminhado para a autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o que aconteceu no final de maio.

As operadoras, entretanto, pediram que a nova tarifa só entrasse em vigor a partir de hoje para se adaptar e passar a transição na migração pulso/minuto.

Para ter acesso ao preço diferenciado, o assinante deve ligar na central de sua operadora e pedir seu cadastro. Ele terá acesso a 600 minutos mensais (10 horas) de navegação na internet por esse preço.

O ministério, no entanto, salienta que os 600 minutos não poderão ser descontadas do período de tarifa reduzida de telefonia, que vigora nos finais de semana e da meia noite às 6 da manhã nos dias úteis. Serão 10 horas ao mês além desses horários.

Além disso, como cada linha telefônica tem uma franquia de 200 minutos, caso ousuário não a utilize nas conversas, poderá acrescentar esses minutos também na sua navegação à internet.

José Luiz Maio de Aquino, da assessoria especial da Presidência da República, explica
que, a partir do cadastro junto à operadora, a tarifa de 7,50 reais passará a ser um desconto fixo na conta mensal, "o consumidor utilize ou não" para a navegação.

O preço também não inclui o provedor, que deverá ser contratado à parte.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail