Home > Notícias

Ataques maliciosos contra bancos aumentam em 81%, segundo estudo

Em 30 dias, a SecureWorks bloqueou 167 milhões de ataques maliciosos contra bancos. Maioria dos crackers estão na Rússia e Europa Oriental

Por Redação do Computerworld*

07/08/2007 às 11h15

Foto:

Em 30 dias, a SecureWorks bloqueou 167 milhões de ataques maliciosos contra bancos. Maioria dos crackers estão na Rússia e Europa Oriental

De acordo com um estudo da empresa de segurança SecureWorks, os ataques de crackers a bancos aumentaram 81% em relação ao ano passado.

Nos últimos 30 dias, a SecureWorks bloqueou 167 milhões de ataques, protegendo 1.800 clientes. A empresa também destaca um aumento de 62% em tentativas de utilizar cartões de créditos de vítimas obtidos por meio de golpes online.

Entre os meses de junho e dezembro de 2006, a empresa bloqueou 802 ataques a cada banco por mês. Esse número saltou para 1.462 nos primeiros meses de 2007, segundo Allen Wilson, vice-presidente de pesquisas da SecureWorks.

“A quantidade de informação financeira roubada desde o início do ano é assustadora”, afirma Don Jackson, pesquisador da SecureWorks que descobriu os cavalos-de-tróia Gozi e Prg.

“Com os malwares Gozi, Prg e BBB encontramos informações de milhões de dólares. Esses dados continha informações sobre contas bancárias, cartões de crédito, senhas e nomes dos usuários. Todos os dias são encontrados mais dados furtados, mostrando que cada vez mais criminosos estão entrando no jogo”, segundo Jackson.

Segundo Wilson a maioria dos crackers se encontra na Rússia e Europa Oriental, contudo é testemunhado um crescimento vindo da China. Esses países possuem um grande número de jovens extremamente talentosos formados em computação.

*Redação do Computerworld em Londres

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail